Autárquicas 2020/São Vicente: Nelson Lopes promete “presidência próxima das pessoas” para soluções em conjunto 

Mindelo, 18 Out (Inforpress) – O candidato do Movimento Mas Soncent a presidente da câmara de São Vicente propõe, caso seja eleito, desempenhar uma “presidência próxima das pessoas”, para juntos encontrarem as soluções para os problemas.

É que, conforme contou Nelson Lopes, em todas as zonas por onde tem andado, na pré-campanha e agora na campanha eleitoral, tem-se deparado com “a revolta” das pessoas, “chateadas” com o atendimento que se lhes dispensa na câmara de São Vicente.

“É uma reclamação recorrente em todas as zonas, as pessoas dizem que não conseguem audiências com o presidente da câmara e nem com a sua equipa”, concretizou o candidato, para quem não se pode continuar com um presidente “fechado no seu gabinete” e, “pior ainda, que não atende as pessoas”.

Assim, Lopes propõe, além de atender as pessoas na câmara, deslocar-se às diversas zonas para conversar com os munícipes, ver no local os problemas e, em conjunto, ajudar na sua resolução.

Nelson Lopes propõe também descentralizar as sessões da câmara para as diversas zonas da ilha, uma forma, sintetizou, de valorizar as pessoas nas suas comunidades.

“Afinal, trata-se de serviço público”, precisou, pois, continuou, São Vicente bem governado tem tudo para a população ficar bem e alcançar o equilíbrio social, “um trabalho árduo, mas possível”.

Na conversa com os munícipes, Nelson Lopes tem insistido na afirmação de que ao longo dos anos os partidos políticos colocaram os jovens de lado e não dão o devido valor à juventude.

“Somos um movimento constituído em cerca de 90% por jovens que querem fazer algo de muito melhor para São Vicente”, afirmou o candidato que promete, se for eleito, “tudo fazer” para que a juventude e a ilha sejam “respeitadas”, apostando numa “política diferente”.

“Por isso é que criamos o Movimento Mas Soncent, e o que queremos é o melhor para São Vicente e principalmente oportunidades para os jovens”, concluiu.

Hoje, o Movimento Más Soncent faz acção de campanha eleitoral porta-a-porta nas zonas de Bela Vista, Pedreira, Vila Nova e Lombo Tanque.

Para além de Nelson Lopes (Movimento Mas Soncent), concorrem ao cargo de presidente da câmara de São Vicente Albertino Graça (PAICV), António Monteiro (UCID) e Augusto Neves (MpD).

Nas autárquicas de 2016, em São Vicente, concorreram Augusto Neves, pelo MpD, que teve maioria absoluta na câmara com 48,97 por cento (%) dos votos, António Monteiro (UCID), que conseguiu 28,28%, e Alcides Graça (PAICV) que teve 20,75%.

Em São Vicente, para as eleições do dia 25 de Outubro, estão inscritos 52.686 eleitores (mais 884 em relação ao escrutínio de 2016), dos quais 177 cidadãos estrangeiros, distribuídos por 142 mesas de voto.

A nível nacional, participa na corrida o total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista), e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

AA/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos