Autárquicas 2020/São Vicente: Candidato da UCID “chocado” com a vandalização de cartazes

Mindelo, 18 Out (Inforpress) – O candidato da UCID a presidente da Câmara Municipal de São Vicente, António Monteiro, mostrou-se hoje “chocado com a forma como as outras candidaturas têm rasgado os cartazes”, fixados pela sua equipa nos vários pontos da ilha.

Em declarações à Inforpress, António Monteiro, disse não entender a razão das outras candidaturas estarem a destruir os cartazes da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID).

“Estamos bastante chocados com a forma como as outras candidaturas têm estado a rasgar todos os nossos cartazes, principalmente na zona de Fonte Filipe e Fonte Inês. Não entendemos qual é o motivo que essas candidaturas têm para destruir o material de campanha da UCID”, precisou o candidato, acrescentando que “o civismo deveria ser o ponto mais importante” na campanha eleitoral.

António Monteiro apelou “às candidaturas do MpD (Movimento para a Democracia), do PAICV (Partido Africano da Independência de Cabo Verde) e Movimento Más Soncente (independente) que caso forem eles a rasgarem os cartazes, dêem indicações expressas e urgentes para que isso não volte a acontecer”.

Por outro lado, lembrou que o material da campanha da UCID é pago com o dinheiro dos contribuintes e por isso não devem ser destruídos.

Segundo António Monteiro, “o facto de os adversários tocarem os cartazes da UCID mostra que estão com receio da sua candidatura, porque há dados que indicam que a UCID vai ganhar as eleições a 25 de Outubro”.

“Isto começa a os apoquentar de tal maneira e o desespero já aumentou ainda mais”, afirmou o candidato, que classificou este acto de “uma forma pouco ideal e vergonhosa de fazer campanha em São Vicente”.

O aspirante a presidente da Câmara Municipal de São Vicente avisou que “não é descontando a raiva em folhas de papel que vão travar a candidatura da UCID porque vão colocá-los novamente e continuar a passar a mensagem da candidatura”.

Hoje a candidatura de António Monteiro e a sua equipa esteve em contactos porta-a-porta nas zonas de São Pedro Lazareto e Ribeira de Vinha.

Para além de António Monteiro (UCID) concorrem ao cargo de presidente da câmara de São Vicente Augusto Neves (MpD), Albertino Graça (PAICV) e Nelson Lopes (Movimento Mas Soncent).

Nas eleições autárquicas de 04 de Setembro de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde, concorreram em São Vicente Augusto Neves, pelo MpD, que teve maioria absoluta na câmara com 48,97 por cento (%) dos votos, António Monteiro (UCID), que conseguiu 28,28%, e Alcides Graça (PAICV) que teve 20,75%.

Em São Vicente, para as eleições do dia 25 de Outubro, estão inscritos 52.509 eleitores (mais 707 em relação ao escrutínio de 2016), distribuídos por 192 mesas de voto.

A nível nacional, participa na corrida, um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista), e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

CD/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos