Autárquicas 2020/São Vicente: António Monteiro quer protecção civil e bombeiros com serviços rápidos, altos padrões de segurança e de gestão

Mindelo, 17 Out (Inforpress) – O candidato da UCID à presidência da câmara de São Vicente, António Monteiro, quer a Protecção Civil e os Bombeiros organizado, com “capacidade de resposta” e com “altos padrões” de segurança e de gestão, para servir o município.

Conforme estabelece a plataforma eleitoral da candidatura de António Monteiro, uma “cidade segura e com respeito pela saúde pública”, constitui uma “vantagem competitiva, mormente na atracção de fluxos turísticos, de investimentos nacionais ou estrangeiros e de tranquilidade para os habitantes”.

Assim, caso for presidente, dentro da sua linha de actuação governativa municipal pretende unir a Protecção Civil e Bombeiros com o pelouro de Saúde e Segurança, para facilitar uma resposta integrada e articulada, ir buscar um quadro experiente que domina estas três áreas, com “conhecimentos, idoneidade e reconhecimento nacional e internacional” e que “conhece de fundo os problemas e as soluções”.

Segundo o mesmo documento, a UCID propõe impulsionar o serviço de Protecção Civil e Bombeiros assente em seis pilares. Na “Gestão e segurança operacional”, por exemplo, pretende recrutar 20 bombeiros, promover a boa cooperação entre forças vivas e agentes de protecção civil da ilha, o serviço nacional e organizações não governamentais.

E ainda assegurar o debate e aprovação dos regulamentos de disciplina dos Bombeiros, geral de serviço, de protocolo e honra dos bombeiros, do sistema de avaliação de desempenho, o plano de aperfeiçoamento técnico, e as normas de execução permanente.

Na “Educação para emergências” pretende promover acções de sensibilização e de informação das populações sobre a protecção civil e da auto-protecção face a riscos e criar brigadas de incêndios comunitários.

Na “Modernização administrativa dos serviços, propões informatizar o serviço de Protecção Civil e Bombeiros, criar o projecto “protecção civil digital” para estandardizar os procedimentos e protocolos no atendimento pré-hospitalar.

Hoje a candidatura da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) esteve em contactos nas zonas de Madeiral e Calhau.

Para além de António Monteiro (UCID) concorrem ao cargo de presidente da câmara de São Vicente Augusto Neves (MpD), Albertino Graça (PAICV) e Nelson Lopes (Movimento Mas Soncent).

Nas autárquicas de 2016, em São Vicente, concorreram Augusto Neves, pelo MpD, que teve maioria absoluta na câmara com 48,97 por cento (%) dos votos, António Monteiro (UCID), que conseguiu 28,28%, e Alcides Graça (PAICV) que teve 20,75%.

Em São Vicente, para as eleições do dia 25 de Outubro, estão inscritos 52.509 eleitores (mais 707 em relação ao escrutínio de 2016), distribuídos por 192 mesas de voto.

Participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista), e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (um), de Santa Catarina (um), São Domingos (um), Tarrafal de São Nicolau (um), Sal (um) Tarrafal de Santiago (dois), Praia (quatro), São Vicente (um).
CD/DR
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos