Autárquicas 2020/São Salvador do Mundo: MPD considera adversário “sem moral” para falar sobre trabalho da autarquia cessante

Achada Igreja, 18 Out (Inforpress) – O candidato do MpD à câmara de São Salvador do Mundo pediu ao seu adversário que tenha contenção nas palavras, pois considera que este “não tem moral, nem honestidade” para fazer comentários sobre o trabalho da autarquia cessante.

Ângelo Vaz, candidato à sua própria sucessão á presidência da câmara de São Salvador do Mundo, fez estas considerações na sequência das críticas feitas pelo cabeça de lista do PAICV, João Alberto de Barros, a propósito do desabamento do muro de protecção da Praceta de Chã de Rodrigues, apelidado de “I Love Picos”, em consequência das últimas chuvas.

O candidato enalteceu, ainda, que durante o seu mandato realizou mais de duas dezenas de obras em São Salvador do Mundo, mas que, infelizmente, o muro da Praceta de Chã de Rodrigues foi o único que caiu.

O cabeça de lista do Movimento para a Democracia (MPD) acusa o Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) de tirar dividendo político do desmoronamento do murro e classificou de “desespero” as acusações do partido “estrela negra”.

Vaz diz não aceitar lições de moral de “candidato iniciante”, nem de Janira Hopffer Almada, líder do PAICV, que “desconhece” o município.

O candidato do MpD finalizou, convidando o adversário a colocar-se “no seu devido lugar” e não trazer á tona determinadas acusações, porque pode sair “chamuscado e ter muita dor”.

A equipa do MPD realiza hoje contactos porta a porta com populações das localidades de Leitãozinho, Babosa e Burbur.

Para além de Ângelo Vaz, candidato do MpD, concorre ao cargo de presidente da Câmara Municipal de São Salvador do Mundo, João Alberto de Barros, candidato do PAICV.

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, em São Salvador do Mundo, estão inscritos 5.764 eleitores (em 2016 o número de inscritos era de 5.504, dos quais 3.899 votaram).

Nas autárquicas de 2016, neste concelho, concorreram o MpD (Ângelo Vaz) que conquistou a câmara com 2.025 votos (51,94%), e o PAICV (Manuel Torres) que obteve 1.760 votos (45,14%).

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

CS/DR

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos