Autárquicas 2020/São Salvador do Mundo:  Ângelo Vaz acusa PAICV de se alegrar com desastres no próprio município

Achada Igreja, 21 Out (Inforpress) – O cabeça-de-lista do MpD à câmara de São Salvador do Mundo classificou o candidato adversário de “insensível” por considerar que este comemora desgraça do próprio município, referindo ao desmoronamento de uma obra de requalificação em Chão Rodrigues.

Ângelo Vaz que falava aos moradores de Chão de Rodrigues afirmou que João Alberto comemorou com a destruição do muro da praceta desta localidade, uma obra que considera ter grande apreço dos moradores e dos munícipes em geral.

“Convicto na vitória no dia 25 de Outubro e “para o desgosto, desânimo e mais uma derrota do PAICV”, Vaz compromete-se devolver a obra reconstruída aos munícipes.

“Quando vemos o adversário fazendo festa no dia desta catástrofe, faltando só deitar-se no chão de contentamento, deu-nos ainda mais força para dizer que assim que ganharmos as eleições vamos colocá-lo mais bonito e charmoso para mostrar o orgulho que temos para São Salvador do Mundo”, frisou.

Ângelo Vaz afirmou ainda que a sua equipa não se contenta com desastre dos inimigos, vizinhos ou família, porque qualquer incidente no município afecta a todos. O candidato do MpD vai mais longe e acusa João Alberto de “querer o poder e não o desenvolvimento do município”.

Ângelo Vaz acusou ainda o PAICV de ter deixado a autarquia com 256 mil contos em dívidas, montante este “esbanjado em paródias e festanças”.

O cabeça-de-lista do MPD dá cartão vermelho ao PAICV afirmando que não são de confiança, nem capazes de ser solidários, nem de sofrer com o município nos momentos de dificuldade.

Ainda na sequência do encontro com os moradores Ângelo Vaz reafirmou o compromisso de continuar a levar casas-de-bano e água a cada família, desencravar as localidades e apostar na juventude, na agricultura e no turismo.

Sem meias palavras Vaz pediu aos eleitores que votem na sua candidatura e na sua equipa, porque entende tratar-se da “única” com propostas estruturantes para este município.

A equipa do MpD tem agendado para esta quarta-feira contactos coma a comunidade de Abobreiro e um encontro à noite com moradores de Faveta.

Para além de Ângelo Vaz, candidato do Movimento para a Democracia (MpD, poder) à sua própria sucessão, concorre ao cargo de presidente da câmara de São Salvador do Mundo, João Alberto de Barros, candidato do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, em São Salvador do Mundo, estão inscritos 5.764 eleitores (em 2016 o número de inscritos era de 5.504, dos quais 3.899 votaram).

Nas autárquicas de 2016, neste concelho, concorreram o MpD (Ângelo Vaz) que conquistou a câmara com 2.025 votos (51,94%), e o PAICV (Manuel Torres) que obteve 1.760 votos (45,14%).

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

CS/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos