Autárquicas 2020/São Miguel: “Vamos ter uma vitória estrondosa nas 47 mesas” – Herménio Fernandes

Calheta, 23 Out (Inforpress) – O candidato à sua própria sucessão na Câmara Municipal de São Miguel, pelo Movimento para a Democracia (MpD-poder), Herménio Fernandes, está confiante numa “vitória estrondosa” nas 47 assembleias de voto no domingo, 25.

Depois de percorrer todas as localidades do concelho, durante 16 dias, Herménio Fernandes diz que o sentimento é de uma “grande confiança” à volta da sua candidatura.

“Estamos seguros que vamos ter uma vitória estrondosa nas 47 mesas, assim como em 2016 em que eram 39 mesas e vencemos nas 39, mas dessa vez vamos ter maioria qualificada ainda com uma percentagem superior daquilo que tivemos em 2016. Isto é evidente”, assegurou.

O cabeça de lista do MpD lembrou que em 2016 tiveram uma vitória de cerca de 70%, mas nas eleições de domingo perspectiva uma vitória acima dos 75%.

Esta segurança, referiu, não é só pelos ganhos conseguidos nos últimos quatro anos, mas sim pela equipa e pela proposta que apresentaram para os próximos quatro anos.

“Há um grande reconhecimento por parte de toda a população de São Miguel pelo trabalho que fizemos nos últimos quatro anos. Elevamos a autoestima dos micaelenses, São Miguel tornou-se num município com mais visibilidade, mais competitivo, mais organizado, mais atractivo, conseguimos ganhos importantes na requalificação e reabilitação de acessibilidade e de habitação”, elencou.

Para o próximo mandato, caso vença, traça como prioridade garantir o crescimento do município com inclusão social.

“A nossa governação vai ter as pessoas no centro de todas as acções políticas e de todos os programas e projectos que apresentamos. A nossa prioridade é trabalhar para que o município continue a crescer, para ter mais oportunidade económica e mais inclusão social”, explicou.

No campo económico, destacou a agricultara como a prioridade número um, seguido do sector da pesca e da pecuária. A par disso, frisou, é a inclusão social com destaque para a habitação social.

Herménio Fernandes reafirmou que a sua candidatura é a “única” capaz de continuar esse processo, isto porque, alega, o seu adversário “não está preparado para liderar em São Miguel, por não ter proposta, e nem uma equipa capaz de continuar a garantir a dinâmica do concelho”.

Para encerar a campanha, a caravana do MpD põe pé na estrada rumo ao concelho do Tarrafal ao encontro de todos os candidatos do MpD e do presidente do partido, Ulisses Correia e Silva, para um mini-comício, às 22:00.

Nas eleições de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde para escolha dos titulares dos órgãos municipais, concorreram, em São Miguel, três candidatos, tendo o MpD (Herménio Fernandes) conquistado a câmara com 4.146 votos (69,35%), o PAICV (Carla Carvalho) alcançado 1.518 votos (25,39%) e o PP (Alberto Correia) 125 votos (2,09%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, em São Miguel, estão inscritos nos cadernos eleitorais 10.218 eleitores (em 2016 o número de inscritos era de 9.468, dos quais 5.978 votaram).

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e 1 para Assembleia Municipal na Boa Vista), e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal (2), Praia (4) e São Vicente (1).

AM/CP
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos