Autárquicas 2020/São Miguel: PAICV promete criar fundo social de apoio à terceira idade com subsídio de habitação do edil

Calheta, 20 Out (Inforpress) – João Carvalho, candidato do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV – oposição) à Câmara Municipal de São Miguel, promete criar um fundo social de apoio à terceira idade com o subsídio de habitação do presidente.

A caravana “onda de mudança” que esteve na tarde de segunda-feira, na localidade de Pilão Cão, prometeu, caso vença as eleições de domingo, melhorar o problema de habitação social e criar um fundo social de apoio à terceira idade com subsídio de habitação do presidente da câmara.

“Vamos criar um fundo social de apoio às pessoas de terceira idade e um dos valores que vai obrigatoriamente para o fundo social, e eu enquanto presidente vou abrir mão dele, é o subsídio de habitação no valor de 70 mil escudos”, afirmou.

João Carvalho, que está seguro de que vai vencer o pleito eleitoral de domingo, uma vez que, segundo ele, há uma sondagem que lhe dá 60 por cento dos votos, acusa a equipa camarária de Herménio Fernandes, que está nesta luta por mais quatro anos de governação, de não ter um projecto de habitação social e de ter abandonado as pessoas.

Ao contrário da candidatura do Movimento para a Democracia (MpD – poder), João Carvalho garante que a sua candidatura tem propostas direccionadas para todas as pessoas.

Especificamente para as crianças, disse que, caso vença o escritinio, vai investir na melhoria da qualidade de ensino desde pré-escolar até ao secundário, construção de mais jardins-infantis, incentivar a prática de desporto escolar no ensino pré-escolar.

Já para os idosos, além da criação de um fundo social, João Carvalho promete criar lar de idosos que traga mais dignidade e conforto aos idosos.

“Será um espaço de lazer para os idosos em que podem passar os seus tempos ali, vão conviver com outros idosos, trocar experiência e também de vez em quando vamos realizar encontros com a juventude para que estes possam beber um pouco da experiência dos nossos idosos, que são uma fonte de saber e temos de aproveitar dessa sabedoria para o desenvolvimento do município”, rematou.

A candidatura “Por Amor a São Miguel” vai estar hoje no período de manhã em alguns contactos personalizados no centro da cidade de São Miguel.

Já no período da tarde vão descer à Ribeira de São Miguel para um contacto porta a porta com os moradores de Casa Branca, levando sempre uma mensagem de que “agora é hora da mudança“.

Nas eleições de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde para escolha dos titulares dos órgãos municipais, concorreram, em São Miguel, três candidatos, tendo o MpD (Herménio Fernandes) conquistado a câmara com 4.146 votos (69,35%), o PAICV (Carla Carvalho) alcançado 1.518 votos (25,39%) e o PP (Alberto Correia) 125 votos (2,09%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, em São Miguel, estão inscritos 10.218 eleitores (em 2016 o número de inscritos era de 9.468, dos quais 5.978 votaram).

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista), e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal (2), Praia (4) e São Vicente (1).

AM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos