Autárquicas 2020/São Miguel: João Carvalho confiante numa “maioria estrondosa”

Calheta, 23 Out (Inforpress) – O estreante nestas eleições autárquicas de domingo, pelo Partido Africano de Independência de Cabo Verde, João Carvalho, espera uma “maioria estrondosa” no concelho de São Miguel.

No último dia da campanha eleitoral, o candidato do PAICV, que recebe hoje a tarde a visita da presidente do partido, Janira Hopffer Almada, para juntos convencerem os eleitores indecisos, fez um “balanço positivo” dessa caminhada de 16 dias.

João Carvalho está confiante que a sua mensagem tem passado e que as pessoas vão entrar nessa onda de mudança.

“Vamos ter uma maioria que eu chamo de estrondosa, porque os micaelenses já perceberam que é preciso mudar e que já está bom e que a mensagem que temos passado da nossa forma de fazer a gestão é justamente isso que São Miguel quer. São Miguel precisa de uma câmara mais participativa que dá vez e voz a todos os micaelenses”, enfatizou.

Reafirmou ainda que o concelho precisa de uma câmara que não é “arrogante, que não assanha” nas pessoas, que entende quais são as reais preocupações das populações e os tenta resolver.

Caso venha a ocupar a cadeira presencial na Câmara Municipal de São Miguel, João Carvalho assume como primeiro compromisso dar atenção às pessoas.

“É por isso que o slogan da nossa campanha é “São Miguel Por Amor” porque vamos trabalhar virado para os micaelenses, para ajudar todas as famílias a ultrapassarem essa situação de crise provocada pela covid-19 e dar continuidade também na melhoria de desenvolvimento do concelho”, salientou.

Num modelo de presidência aberta, disse que uma das apostas é na execução de um orçamento participativo em que todos os moradores poderão dar o seu contributo e a criação de um conselho consultivo.

Criação de um fundo social de apoio à terceira idade, desenvolvimento do programa “emprego-jovem e de lazer sustentável”, criação de um polo universitário, instalação do centro de emprego e de formação profissional, desenvolver o programa “São Miguel Cidade Verde”, ou seja, cada casa uma arvores fruteira, são outras propostas.

Dar nova centralidade as potencialidades do concelho como agricultura, pecuária, pesca e turismo, é outro grande compromisso do PAICV.

Para além de João e Carla Carvalho concorrem as eleições em São Miguel Herménio Fernandes e Leocádia Furtado (MpD).

“São Miguel precisa de ter a sua autonomia administrativa. São Miguel não tem necessidade de estar a depender de Tarrafal, de Assomada e de Santa Cruz (…) precisamos ter um modelo de gestão mais inclusivo”, finalizou.

Nas eleições de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde para escolha dos titulares dos órgãos municipais, concorreram, em São Miguel, três candidatos, tendo o MpD (Herménio Fernandes) conquistado a câmara com 4.146 votos (69,35%), o PAICV (Carla Carvalho) alcançado 1.518 votos (25,39%) e o PP (Alberto Correia) 125 votos (2,09%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, em São Miguel, estão inscritos nos cadernos eleitorais 10.218 eleitores (em 2016 o número de inscritos era de 9.468, dos quais 5.978 votaram).

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista), e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal (2), Praia (4) e São Vicente (1).

AM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos