Autárquicas 2020/São Lourenço dos Órgãos: PAICV acredita transformar Órgãos com criatividade e rigor

João Teves, 23 Out (Inforpress) – António Fernandes, candidato do PAICV, confia numa vitória e faz contas para transformar São Lourenço dos Órgãos em uma referência em Santiago Norte desenvolvendo criativamente suas potencialidades económicas e acabar com o ‘delegado do Governo’.

Faz um balanço positivo da campanha eleitoral e considera-a um momento de partilha de um conjunto de propostas e escutar o município e a expectativa das suas gentes. “Eles deixam-nos seguros de uma vitória no dia 25 de Outubro, porque o seu sentimento é de mudança no rumo do desenvolvimento municipal”.

“Entendemos que os nossos adversários recorrem a artifícios para ludibriar os eleitores e desvirtuar os resultados das eleições. É grave saber que uma candidatura diz que as eleições decorrem em dois dias. Sinal de tamanho desespero, um jogo perigoso e um acto reprovável que desinforma as pessoas”, disse.

“Somos os mais competentes para gerir o município, usando o orçamento com rigor, de forma correcta na aplicação do investimento no sector social para que as pessoas sintam a acção de uma administração e de um verdadeiro presidente da câmara e não um delegado de governo como foi useiro nos últimos quatro anos”, esclareceu.

São Lourenço dos Órgãos, perspectiva, vai estar incrustado como referência de Santiago Norte, um ponto obrigatório de passagem onde a população local e visitantes podem adquirir serviços, fazer despesas em algo essencial, produzido e transformado em São Lourenço dos Órgãos.

O antigo Pelourinho, o festival do milho, a procura das cachoeiras, atrações para cidadãos de outros municípios são, no seu entender, sinais de que há oportunidades seguras e usando criatividade potencia-se e eleva-se o desenvolvimento do município.

António Fernandes acrescentou ainda que mais atenção será prestada à diáspora local, ministrando com rigor e competência formações profissionais e superiores, enquadradas na vocação económica do município potenciando a juventude local que pode “emigrar com saber”.

Uma diáspora que orgulha os laurentinos e aponta como exemplo o jovem investigador Jailson Brito  Querido a exercer num centro investigativo de referência europeia.

O lema “Orgãos pa nos tudu” é a dimensão alargada da inclusão que incorpora, explicou. Nesta questão, em particular, promete criar espaços para acolher crianças com deficiência, adquirir veículos adaptáveis que permitam a mobilidade e conceder apoios às famílias que se ocupam de pessoas com deficiência no fito de as libertar para as suas actividades económicas diárias.

Nas eleições de 2016, em São Lourenço dos Órgãos concorreram Carlos Vasconcelos, pelo MpD, que venceu com 2.013 votos (49,11%) e Victor Baessa, pelo PAICV, que obteve 1.965 votos (47,94%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, estão inscritos nos cadernos eleitorais 5.746 eleitores, (em 2016 o número de inscritos era de 5.268, dos quais 4.099 votaram).

A nível nacional participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal (2), Praia (4) e São Vicente (1).

AT/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos