Autárquicas 2020/São Filipe: MpD confiante na vitória para materializar projectos estruturantes

São Filipe, 23 Out (Inforpress) – A candidatura do Movimento para a Democracia (MpD) diz estar “confiante na vitória” para assumir a Câmara Municipal de São Filipe, dando continuidade “ao bom trabalho” e materializando “novos projectos estruturantes”.

O cabeça de lista do MpD à câmara, Jorge Nogueira, fez esta intervenção em jeito de avaliação dos 15 dias de campanha eleitoral, explicando que o “balanço é extremamente positivo”, de acordo com o “carinho e amizade que recebeu em todos os lados”.

Conforme apontou, mesmo com determinadas limitações impostas pela covid-19, “todos puderam ver” que a entrada nas localidades “demonstram grandemente o apoio dos munícipes” no trabalho feito durante quatro anos, e na ambição de novos projectos que vão ser implementados.

“Ninguém tem dúvidas de que vamos ganhar, resta saber por quanto essa victória será consolidada”, destacou.

“Estamos confiantes de que a única plataforma para materializar os projectos somos nós, os outros candidatos não têm projectos e apostam em discursos para tentarem convencer os eleitores, mas isso não será possível”, frisou.

Convicto de que conseguiu transmitir seu programa, o candidato quer ter maioria qualificada nas eleições de 25 de Outubro, confiança que “é fruto do trabalho” realizado nos últimos quatro anos.

Um dos grandes objectivos é resolver a carência em termos habitacionais, tendo prometido a requalificação de mais de 800 casas, além de outros investimentos para melhorar as condições de vida dos munícipes.

Jorge Nogueira referiu também a necessidade da criação de mais postos de trabalho, sublinhando que caso ganhe, vai criar entre 1.000 a 1.500 postos de trabalhos, nos sectores de fruticultura e industrial, dando mais oportunidades aos jovens, num programa que já está elaborado.

Jorge Nogueira defendeu ainda que nos últimos quatro anos muita coisa foi feita e que hoje o concelho apresenta “estruturas mais funcionais”, investimentos em sectores importantes que permitem “encarar o futuro de forma mais positiva”.

Outra grande aposta é dar melhores condições aos pescadores e peixeiras do município, transformando a pesca artesanal em semi-industrial.

Garantiu haver todas as condições para uma nova fase do exercício da actividade, com investimentos direcionados à sua modernização.

Nas eleições de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde para escolha dos titulares dos órgãos municipais, concorreram três candidatos no concelho de São Filipe, tendo o MpD (Jorge Nogueira) conquistado a câmara com 4.381 votos (48,84%), o PAICV (Eugénio Veiga) 2.563 votos (28,57%) e o GPAIS (Luís Pires) 1.882 (20,98%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, no município de São Filipe, está inscrito nos cadernos eleitorais um total de 15.531 eleitores distribuídos por 71 mesas de assembleia de votos (mais 1.224 eleitores que em 2016, distribuídos por 52 mesas de assembleias de voto), dos quais 8.970 votaram.

Participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista), e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (um), de Santa Catarina (um), São Domingos (um), Tarrafal de São Nicolau (um), Sal (um) Tarrafal de Santiago (dois), Praia (quatro) e São Vicente (um).

HR/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos