Autárquicas 2020/São Filipe: Jorge Nogueira promete mais investimentos para dinamizar as festas tradicionais

São Filipe, 19 Out (Inforpress) –  A candidatura do Movimento para a Democracia (MpD, posição) prometeu fazer mais investimentos a nível da cultura, dando, sobretudo, maior impulso e dinamização das festas tradicionais  do município.

O cabeça de lista do MpD à câmara, Jorge Nogueira, que esteve, domingo, de visita ao povoado de Campanas Baixo, afirmou que as festas tradicionais são a identidade das localidades, por isso, é preciso criar condições para garantir que permaneçam com a boa dinâmica que se tem verificado ao longo dos anos.

“No programa de governação prevemos ter maior investimento, precisamente para melhorar todas as festas tradicionais por localidade, dar uma nova dinâmica e criando pólos para actividades culturais”, avançou.

Segundo apontou, essas celebrações estão ligadas directamente a cada localidade e a cada município, e dentro do programa cultural, propõe criar um roteiro turístico que vai abranger todas as festas tradicionais.

“Um turista quando vem para ilha de Fogo não precisa estar necessariamente num único município, podemos integrá-lo num pacote onde poderá participar em todas as festividades locais, sabendo que há um roteiro dos dias de cada celebração”, esclareceu.

O candidato reforçou também que a sua plataforma prevê a recolha de todas as festas tradicionais, por forma, numa primeira fase, dar um novo tratamento, e posteriormente apostar na divulgação.

“Tudo isso tem que ser num pacote que envolve outros sectores como turismo, agricultura entre outros, com o horizonte voltado sempre para o desenvolvimento do município de São Filipe”, observou.

Para a região de Campanas Baixo, Jorge Nogueira referiu que a fruticultura e a agro-indústria são grandes potenciais, por isso quer garantir que a água chegue nos terrenos mais férteis para investir na produção e comercialização de frutas.

“Nosso objectivo é exportar para outros mercados e garantir o sustento das famílias e o desenvolvimento económico da nossa região”, frisou.

Jorge Nogueira defende a renovação de um segundo mandato, para continuar as transformações e avançar ainda mais no projecto de desenvolvimento económico e social do município.

“Em quatro anos de mandato executamos o que outros em dezenas de anos não conseguiram. Não restam dúvidas de que nós merecemos mais quatro anos ”, salientou.

Nas eleições de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde para escolha dos titulares dos órgãos municipais, concorreram três candidatos no concelho de São Filipe, tendo o MpD (Jorge Nogueira) conquistado a câmara com 4.381 votos (48,84%), o PAICV (Eugénio Veiga) 2.563 votos (28,57%) e o GPAIS (Luís Pires) 1.882 (20,98%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, no município de São Filipe, estão inscritos 15.531 eleitores distribuídos por 71 mesas de assembleias de voto (mais 1.224 eleitores que em 2016, distribuídos por 52 mesas de assembleias de voto, dos quais 8.970 votaram).

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista), e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal (2), Praia (4) e São Vicente (1).

HR/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos