Autárquicas 2020/São Filipe: Jorge Nogueira promete criar mais de mil postos de trabalho nos sectores de fruticultura e indústria

São Filipe, 22 Out (Inforpress) – A candidatura do Movimento para a Democracia (MpD, posição) prometeu criar entre 1000 a 1500 postos de trabalhos, nos sectores de fruticultura e industrial, dando mais oportunidades aos jovens.

O cabeça de lista do MpD à câmara, Jorge Nogueira fez, esta intervenção durante um comício na localidade de Terra Branca, tendo estimulado os jovens a fazerem formação profissional, pois, “muitos postos de trabalho vão ser criados”, exigindo mais mão-de-obra.

“Queremos ver os jovens a fazerem formação e todas as condições estão criadas. O Governo tem um fundo de formação e nós [câmara] temos uma parceria muito forte com o Centro de Emprego, através da ajuda no pagamento da propina para aqueles que não têm condição de fazê-lo”, apontou.

Nesta linha, Jorge Nogueira disse que muito brevemente São Filipe vai disparar no desenvolvimento, com o turismo a retomar a sua projecção, investidores prontos para trazer investimentos ao município.

“Só no projecto de fruticultura e industrial estamos a prever criar entre 1000 a 1500 postos de trabalho, programa que já está elaborado”, assinalou, salientando que neste mandato propõe dignidade para as famílias, produzir muito mais, criar riqueza, criando assim, emprego.

O candidato considerou que após quatro anos de mandato, está com tranquilidade de dever cumprido, para prestar contas e apresentar programa para os próximos anos.

Explicou que, apesar de três anos de seca e a presença da pandemia, as obras já realizadas e propostas apresentadas “dão toda a garantia” que o município em 2024, estará completamente diferente do que se tem hoje.

“Podem ficar tranquilos, temos futuro, somos um concelho com muita potencialidade e precisávamos de plano. Aquilo que em 24 anos não conseguiram fazer, nós conseguimos elaborar os principais planos estratégicos de desenvolvimento de São Filipe”, ressaltou.

Jorge Nogueira dirigiu ainda uma palavra de confiança aos pescadores e peixeiras, afirmando que para o próximo mandato, 17 mil contos já estão destinados para o sector da pesca, em que câmara vai apoiar na substituição das embarcações de quatro metros para seis metros, além da garantia de dois equipamentos de frio e máquinas de gelo.

Nas eleições de 2016, concorreram três candidatos no concelho de São Filipe, tendo o MpD (Jorge Nogueira) conquistado a câmara com 4.381 votos (48,84%), o PAICV (Eugénio Veiga) 2.563 votos (28,57%) e o GPAIS (Luís Pires) 1.882 (20,98%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, no município de São Filipe, está inscrito nos cadernos eleitorais um total de 15.531 eleitores distribuídos por 71 mesas de assembleia de votos (mais 1.224 eleitores que em 2016, distribuídos por 52 mesas de assembleias de voto), dos quais 8.970 votaram.

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista), e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal (2), Praia (4) e São Vicente (1).

HR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos