Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Autárquicas/Paridade: PAICV em São Domingos descarta possibilidade de uma eventual impugnação da candidatura do MpD

São Domingos, 10 Out (Inforpress) – O candidato do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) à presidência da Câmara Municipal de São Domingos, Isaías Varela, descartou hoje qualquer possibilidade de impugnar a candidatura adversária do MpD, acusada de violar a lei da paridade.

Em conferência de imprensa na manhã de hoje Isaías Varela disse não ter ficado surpreso com a notícia, dado que conforme frisou o candidato adversário desde quando era presidente já andava à margem da lei.

Entretanto, disse que a sua candidatura vai deixar o Instituto Cabo-Verdiano para Igualdade e Equidade de Género (ICIEG) e o Tribunal Constitucional actuarem.

“Nós acreditamos na justiça e esperamos que as instâncias funcionem porque é uma lei e não uma opção. Por isso esperamos que as instâncias cumpram aquilo que a lei estabelece: 40% que é a quota mínima para a questão da paridade”, disse.

“Temos ICIEG que nesta matéria deve tomar a sua posição e o Tribunal que deve. Nós não vamos avançar para a questão da impugnação. Estamos tranquilos porque já cumprimos aquilo que a lei exige e esperemos agora para ver se de facto a justiça funciona”, acrescentou.

Isaías Varela adianta que a sua candidatura já é vencedora e que não precisa de expediente de secretaria para concretizar a vitória nas eleições de 25 de Outubro.

“Nós vamos continuar a nossa campanha com muito civismo, apresentando as nossas propostas os nossos argumentos, passando a nossa mensagem positiva e vencer as eleições no dia 25 de Outubro sem ir pela via da secretaria porque estamos confiantes na vitória”, disse adiantando que o PAICV que a candidatura adversária do MPD permaneça na corrida até ao fim.

De acordo com informações veiculadas esta sexta-feira, a lista do Movimento para a Democracia (MpD) para Assembleia Municipal de São Domingos para as próximas eleições autárquicas tem apenas 38% de mulheres, quando a lei da paridade exige que seja pelo menos 40% de um dos sexos.

Informações avançadas dão conta ainda que o ICIEG denunciou o caso junto do Tribunal Constitucional.
A candidatura da adversária “AmiéSanDomingus”, liderada por Milton Paiva e o próprio MpD prometeram reagir oportunamente.

MJB/DR
Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos