Autárquicas 2020/São Domingos: Clemente Garcia fortemente vaiado em Nora diz que acto foi orquestrado pelo PAICV

São Domingos, 18 Out (Inforpress) – O candidato do Movimento para a Democracia (MpD), à Câmara Municipal de São Domingos, Clemente Garcia, foi fortemente vaiado pelos moradores de Nora e acabou mesmo por suspender os contactos porta-a-porta que pretendia realizar na tarde de sábado.

A intenção das pessoas era mesmo de impedir que o candidato do MpD, que concorre à sua própria sucessão, entrasse na localidade, tendo colocado pedras na estrada de terra batida e formado um cordão humano, que foi, entretanto, furado pela comitiva da candidatura do MpD.

Clemente Garcia e comitiva foram perseguidos e inclusive foram impedidos de circular em algumas ruas, tendo o candidato e alguns membros da lista abrigado na casa de um dos apoiantes do MpD para concertos.

Os ânimos exaltaram de tal forma que a polícia foi chamada ao local para controlar a situação.

Os manifestantes justificaram a atitude com um forte “sentimento de insatisfação e abandono”, já que, conforme indicaram, durante os últimos quatro anos nada foi feito naquela zona, depois de várias promessas.

Segundo os manifestantes, a população aguarda por uma estrada, tem sofrido com a falta de água e neste momento o jardim infantil está fechado porque a infra-estrutura, esta totalmente degradada.

Depois da polícia acalmar os ânimos, Clemente Garcia, usando o carro de som dirigiu uma mensagem aos moradores, reconhecendo o direito da população de protestar, mas com base no respeito e com civismo.

Para Clemente Garcia, o incidente foi “orquestrado e instigado” pela candidatura adversária do PAICV, que, frisou, está “desesperada” porque já sabe que vai perder as eleições.

“É um acto perpetuado sim pelo PAICV. Já tinham manifestado isso, até porque está uma viatura nas proximidades e está qui um dos seus destacados apoiantes com a bandeira do PAICV. Mas trata-se de uma situação que não nos intimida em nada”, disse.

Clemente Garcia garantiu que as revindicações da população de Nora começaram a ser atendidas, nomeadamente a estrada, que começou a ser construída, devendo as obras estar concluídas dentro de um mês.

Garantiu igualmente que há projectos para reabilitação do jardim e para a reabilitação de toda a zona de Nora, à semelhança do que já aconteceu em outras zonas.

“As pessoas sabem que durante quatro anos não é possível fazer tudo, não é possível chegar a todas localidades. São Domingos tem cerca de 37 localidades e depois de 25 de Outubro vamos retomar os trabalhos para beneficiar as zonas e as famílias que ainda não foram contempladas”, explicou.

Para além do MpD, liderado por Clemente Garcia, concorrem para as eleições dos órgãos autárquicos em São Domingos, as listas da plataforma “Ami é San Domingus” liderada por Milton Paiva e do PAICV, por Isaías Varela.

Nas autárquicas de 2016, em São Domingos, concorreram o MpD (Clemente Garcia) que conquistou a câmara com 61,22%, e o PAICV (Mário Lima) 36,19%.

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, estão inscritos no município 9.554 eleitores.

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (sendo 1 no município da Praia e 1 para Assembleia Municipal na Boa Vista), e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

MJB/ZS

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos