Autárquicas 2020/Santa Catarina: UCID compromete-se a estruturar turismo rural

Assomada, 18 Out (Inforpress) – A candidatura da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) propõe criar as condições para estruturar o turismo rural em Santa Catarina e aproveitar o potencial de diversas localidades que ainda conservam a essência das gentes do concelho.

Neida Rompão falava à Inforpress, após visitar Boa Entrada, onde é possível encontrar o poilão, árvore de grande porte, que é um atrativo turístico. O polião é uma espécie das regiões tropicais áridas e semi-áridas conhecidas, também, por baobás, embondeiros ou calabaceiras.

Mas, para o que turismo rural prospere, defende a proponente da UCID para liderar a autarquia santa-catarinense, é preciso fazer investimentos básicos, que a cada ciclo eleitoral se transformam em promessas não cumpridas.

“Estranhamente, a população de Boa Entrada não quer e nem espera muito dos políticos. Eles querem uma estrada. Com todos os recursos que eles têm, não precisam de mais nada, dizem. O terreno de Boa Entrada é extremamente fértil. Têm água, mesmo em tempos de seca. Vivem exclusivamente de agricultura de regadio e criação de gado. Construindo a estrada, eles podem fazer chegar seus produtos ao mercado com maior facilidade”, observou Neida Rompão.

As gentes de localidade, também desejariam ter oportunidade para abrir suas casas para o turismo. Por isso, Neida Rompão garante que o desenvolvimento do turismo rural no concelho está previsto na plataforma eleitoral que tem apresentado ao eleitorado. A ideia é fazer a conexão entre a formação profissional e o empreendedorismo na área turística.

“Queremos fomentar o turismo rural em Boa Entrada. Mas, mais que isso, queremos que os jovens liderem esse processo e sejam eles, também, geradores de empregos. Com formação profissional, a ser apoiada pela nossa gestão na câmara, estaremos a criar um turismo com mais qualidade. As condições para a sua promoção e desenvolvimento, nós cuidamos”, prometeu a candidata.

Após Boa Entrada, a equipa da UCID estará hoje em Pedra Barrou e Achada Gomes, pela primeira vez, a apresentar a sua proposta para governar Santa Catarina.

Nas autárquicas de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde para escolha dos titulares dos órgãos municipais, no concelho de Santa Catarina concorreram dois candidatos, tendo o MpD (José Alves) conquistado a câmara com 7.705 votos (49,86%), e o PAICV (Alcídio Tavares) obtido 7.289 votos (47,17%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, estão inscritos 26.300 eleitores (em 2016 o número de inscritos era de 24.398, dos quais 15.452 votaram).

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

EP/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos