Autárquicas 2020/Ribeira Grande: Odailson Bandeira promete implementar segunda fase da estrada de João Afonso

Ribeira Grande, 15 Out (Inforpress) – O candidato do PAICV à presidência da Câmara Municipal da Ribeira Grande prometeu, no final da visita ao vale de João Afonso, esta quarta-feira, que vai implementar uma segunda fase da estrada de penetração até Chã de Machado.

Odailson Bandeira considerou que a estrada de penetração no vale de João Afonso “é uma justa e antiga reivindicação das populações daquele vale”, mas insurge-se contra o facto de a obra “só ter arrancado há cerca de uma semana”.

É que, conforme explicou Odailson Bandeira, o que existe dessa estrada foi construída nos anos 70 e, desde essa altura, “não avançou um único metro” provocando o encravamento dessa localidade e potenciando a perda de população, tendo em conta que os jovens procuram oportunidades noutras paragens da ilha e do país.

O candidato do PAICV disse que os sucessivos executivos municipais têm prometido a construção da estrada, mas nunca avançaram com o projecto e, por isso, considerou que a sua candidatura “já começou a ter efeitos naquela comunidade porque, sendo filho de João Afonso”, a sua candidatura “terá pressionado, de alguma forma, a actual gestão camarária a arrancar a obra”.

Bandeira disse à Inforpress que a obra arrancou sem planificação porque devia ser executada por uma empresa que ainda não se viu na localidade.

“Não há estaleiro, não há máquinas dessa empresa, nem há engenheiros e os trabalhos começaram a ser executados por uma máquina do Ministério da Agricultura” o que leva Bandeira a concluir que se trata de uma “obra de campanha”.

Embora considere tratar-se de uma “obra de campanha”, Bandeira disse esperar que essa primeira fase seja concluída com qualidade e prometeu que, se for eleito, irá implementar a segunda fase, desde Gonçalinho a Chã de Machado, até porque, conforme disse, “essa parte é tecnicamente mais fácil”.

A agricultura será outra aposta de Odailson Bandeira para o vale de João Afonso porque é possível mobilizar grande quantidade de água e aproveitar, também o potencial turístico, tendo em conta que é um vale muito procurado pelos turistas.

Hoje, a chuva condicionou o programa de campanha da caravana do PAICV que previa, inicialmente, visita às diferentes localidades da Ribeira da Torre, mas quando a chuva parou, aproveitaram o dia para visitar as localidades mais próximas da cidade da Ribeira Grande e estão na Penha de França.

Dados fornecidos pela Comissão de Recenseamento da Ribeira Grande indicam que para as eleições do dia 25 de Outubro, neste concelho, estão inscritos 13.338 eleitores dos quais 10 são cidadãos estrangeiros.

Nas autárquicas de 2016 concorreram Orlando Rocha Delgado, pelo MpD, que alcançou a maioria absoluta na câmara com 61,77 por cento (%) dos votos, Leonesa Fortes (PAICV) que conseguiu 24,77%, e António Rodrigues (UCID) que alcançou 8,51% dos votos.

A nível nacional, na corrida para as autárquicas de 25 de Outubro participa um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para a Assembleia Municipal da Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), de São Domingos (1), do Tarrafal de São Nicolau (1), do Sal (1) do Tarrafal de Santiago (2), da Praia (4) e de São Vicente (1).

HF/FP/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos