Autárquicas 2020/Ribeira Brava: Carlos Barbosa considera “empoderamento“ de mulheres um factor de desenvolvimento

Ribeira Brava, 20 Out (Inforpress) – O proponente do PAICV para presidente da câmara nas eleições deste domingo, na Ribeira Brava, considera o “empoderamento“ das mulheres como um factor de desenvolvimento do município, reconhecendo a importância de fazer diversas apostas neste sector.

No âmbito da sua visita à zona de Lompelado, Carlos Barbosa falou sobre a importância do “empoderamento“ de mulheres, que, segundo ele, passa pela aposta no sector da transformação de produtos agrícolas, sendo que várias mulheres se dedicam a este ofício.

“Aqui há várias mulheres chefes de família que se dedicam à transformação de produtos, sendo aqui uma zona com predominância da agricultura e, desta forma, podemos criar várias oportunidades e gerar rendimento à s famílias”, defendeu.

Além do sector da transformação, Carlos Barbosa acredita também que é necessário apostar na formação profissional para o “empoderamento” das mulheres, capacitando-as como forma de gerarem o seu próprio rendimento.

“Também sabemos que há mulheres com dificuldades de acesso em diversos ramos, daí a necessidade de apostar na formação profissional, e aqui em Lompelado há várias jovens que terminam o 12º ano e ficam em casa”, salientou o candidato do Partido Africano da Independência de Cabo Verde.

Para concretizar esses projectos, Carlos Barbosa garante que, caso vença o pleito eleitoral de 25 de Outubro, a sua equipa irá trabalhar junto com o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) no sentido de desenvolverem o Centro de Formação em Ribeira Brava.

“Já existe o Centro de Formação Profissional em Ribeira Brava, só que, infelizmente, ainda não tem conteúdos, mas iremos trabalhar juntamente com entidades responsáveis de forma a criar conteúdos que suscitam a procura por parte dos jovens”, realçou.

Para além de Carlos Barbosa (PAICV), concorre ao cargo de presidente da câmara da Ribeira Brava José Martins (MpD).

Nas autárquicas de 2016 concorreram Pedro Morais pelo Grupo Independente da Ribeira Brava (GIRB), que ganhou a câmara com 32,70 por cento (%) dos votos, Osvaldo Fonseca do Movimento para a Democracia (MpD) que conseguiu 32,50% e Carlos Barbosa que ficou com 29,95%.

Na Ribeira Brava, para as eleições do dia 25 de Outubro, estão inscritos 5.606 eleitores. Em 2016 o número de inscritos foi de 5.473 dos quais apenas 3.875 votaram.

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista), e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal (2), Praia (4) e São Vicente (1).

LS/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos