Autárquicas 2020/Praia: UCID propõe uma gestão de transparência para Praia se ganhar as eleições

Cidade da Praia, 21 Out (Inforpress) – A candidatura da UCID à câmara da Praia prometeu hoje, caso vença as eleições de domingo, uma gestão transparente da coisa pública e redução do tempo de espera dos munícipes, com uma gerência baseada na capacidade dos colaboradores.

Francisco Silva, que falava à Inforpress, justificou esta promessa eleitoralista com a necessidade de dotar a autarquia e assembleia de pessoas que saibam apostar nas prioridades, sejam abertas ao munícipe e estejam mais perto do seu município, com visitas periódicas aos bairros e fiscalização dos projectos.

“A nossa intenção tem a ver com o equilíbrio que queremos, pois, no município da Praia existe uma situação muito precária para muitos munícipes, bairros que situam na mesma linha, mas onde os mundos são totalmente diferentes, tendo um todas as condições e o outro não”, disse, acrescentando que a candidatura da UCID surgiu para promover o equilíbrio no município da Praia.

Segundo disse, o programa eleitoral da UCID para Praia alinha-se em pressupostos que visam permitir a dinâmica e a segurança de todos os sectores socioeconómico e político, de forma a trazer o bem supremo que é a igualdade de oportunidade para todos e promoção o equilíbrio para uma sociedade mais justa e com menos problemas sociais.

Conforme o candidato, as áreas estratégicas e estruturantes para o futuro da Praia serão baseadas na amizade, na comunicação e no acolhimento, por forma a se gerar o equilíbrio social, económico e ambiental, permitindo assim investimentos nacionais e estrangeiros com o propósito de empoderar os cidadãos.

Francisco Silva elenca ainda como aposta para Praia, planeamento urbanístico e qualificação urbana, educação e segurança urbana, saúde, entre outros.

A equipa da UCID vai estar quinta-feira em contacto com o eleitorado dos arredores da Praia.

Para as eleições de 25 de Outubro, na Praia, estão inscritos 86.180 eleitores.

Além de Francisco Silva (UCID), concorrem às eleições de 25 de Outubro, na Praia, Amândio Barbosa Vicente (PP), Any Reis (Sociedade Civil), Carlos Lopes (L.U.T.A), Denise Tavares (DSB), Francisco Carvalho (PAICV), Francisco Silva (UCID) Jeremias Garcia (MPJT) e Óscar Santos (MpD).

Nas eleições de 2016, neste município, concorreram cinco listas, tendo o MpD (Óscar Santos) conquistado a câmara com 62,74% dos votos, PAICV (Cristina Fontes) 32,43%, UCID (Francisco Silva) 1,77%, PP (Amândio Vicente) 0,61%, e PTS (José Augusto Fernandes) 0,26%.

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal (2), Praia (4), São Vicente (1).

PC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos