Autárquicas 2020/Praia: PP denuncia alegada intimidação de voto dos moradores dos complexos Casa Para Todos com ameaça de expulsão

Cidade da Praia, 21 Out (Inforpress) – O Partido Popular, na voz do coordenador de campanha, Felisberto Semedo, denunciou a alegada intimidação de voto dos moradores dos complexos Casa Para Todos, por parte da equipa de Óscar Santos, com ameaça de expulsão das suas casas.

Felisberto Semedo, que é também segundo da lista para a câmara municipal, fez estas denúncias hoje durante as acções de campanha do Partido Popular no complexo habitacional Casa Para Todos de Achada Limpo.

“Aqui tivemos uma informação que estranhamos, as pessoas nos contaram que têm recomendação do presidente cessante, Óscar Santos, que se houver voto contrário dos moradores, serão expulsos das suas casas, ou seja, uma intimidação que, no nosso entendimento até custa acreditar”, avançou.

Este acto, segundo Felisberto Semedo, é inacreditável. “Preferimos até não acreditar, porque a nosso ver, trata-se de uma propaganda do candidato Óscar Santos, cujo “cartucho” falta pouco para acabar”.

Contudo, informou que o Partido Popular esteve a encorajar esses moradores dizendo-lhes que a Praia não pertence a nenhum autarca e que se votarem PP, vão ver todos os seus problemas resolvidos.

“A Praia tem muitos problemas, mas as pessoas têm medo de os denunciar, porque passam por muita intimidação das autoridades local e central. Às vezes vê-se logo pessoas a apoiarem outros partidos, o PP por exemplo, mas ficam escondidas por trás da janela, com medo e depois mandam a mensagem da confirmação dos seus votos em nós”, asseverou.

Por este motivo, Felisberto Semedo apela aos praienses a não terem medo, adiantando que se fosse por medo o Partido Popular nunca ia existir.

Entretanto, disse terem constatado vários problemas em Achada Limpo e também noutros complexos habitacionais de Casa Para Todos, como a falta de água, energia, transporte regulares, falta de um espaço comercial, bem como a diferenciação de pagamento nas rendas, razão por que considera que se devia pensar bem nesses assuntos antes mesmo de serem habitados.

 Além de Amândio Barbosa Vicente (PP), concorrem às eleições de 25 de Outubro, na Praia, Any Reis (Sociedade Civil), Carlos Lopes (L.U.T.A), Denise Tavares (DSB), Francisco Carvalho (PAICV), Francisco Silva (UCID), Jeremias Garcia (MPJT) e Óscar Santos (MpD).

Nas eleições de 2016 neste município concorreram cinco listas, tendo o MpD (Óscar Santos) conquistado a câmara com 62,74% dos votos, PAICV (Cristina Fontes) 32,43%, UCID (Francisco Silva) 1,77%, PP (Amândio Vicente) 0,61%, e PTS (José Augusto Fernandes) 0,26%.

Participam na corrida a estas eleições um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 candidatos do PAICV, sete da UCID, dois do PP, sendo 1 no município da Praia e 1 para Assembleia Municipal na Boa Vista, e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4), São Vicente (1).

ET/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos