Autárquicas 2020/Praia: PAICV privilegia contactos no terreno para testar suas propostas junto dos munícipes

Cidade da Praia, 18 Out (Inforpress)- O Partido Africano da Independência de Cabo Verde privilegiou este domingo contactos no terreno porta a porta, para auscultar os problemas dos munícipes e testar se suas propostas vão ao encontro dos desejos da população.

Francisco Carvalho, candidato do PAICV nesta corrida autárquica, disse hoje quando visitava o bairro da Bela Vista, que continuam a auscultar os problemas que os munícipes enfrentam no dia a dia e testar até que ponto as suas propostas vão ao encontro daquilo que os praienses consideram como importante nas suas vidas.

“Porque a câmara que vamos construir para o futuro, a partir do dia 25 de Outubro, é precisamente uma câmara que vai apresentar as propostas e trabalhar em diálogo, ao encontro daquilo que os munícipes consideram como sendo importante nas suas vidas”, assegurou.

Nesta localidade, Francisco Carvalho disse constatar uma escola que há 12 anos funciona sem água e sem electricidade, assim como um jardim infantil a funcionar nos mesmos moldes, e critica o tipo de exemplo que se quer dar à sociedade.

Tendo sido confrontado pelos jovens sobre os problemas que os afectam, como por exemplo a questão do emprego, formação e a falta de programas de ocupação dos seus tempos livres, este candidato apresentou duas propostas que devem servir de amparo para os mesmos.

O primeiro tem a ver com a criação de um Instituto Politécnico na Praia, e a segunda diz respeito à criação de uma Incubadora também na Praia, dois projectos que segundo o líder da candidatura do PAICV vai contribuir para ajudar a “dar sentido à vida” desses jovens da Bela Vista e também de todo o município.

“Com o Instituto Politécnico, os jovens a serem selecionados terão um apoio completo, no transporte, alimentação, propinas, e material de estudo, para terem a oportunidade de triunfar na vida e representar a esperança nas suas casas”, elucidou Carvalho.

Quanto à Incubadora da Praia, realçou que o PAICV pretende com esta iniciativa, ajudar os jovens na elaboração dos seus projectos, tornar as suas ideias em projectos e depois garantir o financiamento.

Para as eleições de 25 de Outubro, na Praia, estão inscritos nos cadernos de recenseamento 86.180 eleitores.

Além de Francisco Carvalho, concorrem às eleições de 25 de Outubro, na Praia, Amândio Barbosa Vicente (PP), Any Reis (Sociedade Civil), Carlos Lopes (L.U.T.A), Denise Tavares (DSB), Francisco Silva (UCID), Jeremias Garcia (MPJT) e Óscar Santos (MpD).

Nas eleições de 2016 neste município concorreram cinco listas, tendo o MpD (Óscar Santos) conquistado a câmara com 62,74% dos votos, PAICV (Cristina Fontes) 32,43%, UCID (Francisco Silva) 1,77%, PP (Amândio Vicente) 0,61%, e PTS (José Augusto Fernandes) 0,26%.

A nível nacional, participa na corrida a estas eleições um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 candidatos do PAICV, sete da UCID, dois do PP, sendo 1 no município da Praia e 1 para Assembleia Municipal na Boa Vista, e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

ET/FP//CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos