Autárquicas 2020/Praia: “Na nossa câmara ninguém vai perseguir ninguém, nem com IUP nem com pau” – Francisco Carvalho

Cidade da Praia, 21 Out (Inforpress) – O candidato do PAICV disse hoje, que na câmara liderada por seu partido, a partir de 25 de Outubro, “ninguém vai ser perseguido nem com IUP e nem com pau”, adiantando que vai manter uma guarda municipal amiga das famílias.

Francisco Carvalho fez essas considerações numa das suas actividades de campanha no centro histórico da Cidade da Praia, onde se nota constantemente a presença dos guardas municipais na tentativa de pôr cobro à permanência das vendedeiras informais nas suas actividades nas ruas do Platô.

Daí a alusão referida pelo candidato garantindo que na câmara a ser liderada pelo Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), a partir deste domingo, caso vença essas eleições, ninguém vai ser perseguido por exercer a sua actividade de “ganha pão”.

“A guarda municipal é para manter, sabemos que cada guarda municipal é marido, é mulher e chefe de família, tem uma renda para pagar, tem uma propina dos filhos para pagar e tem arroz com óleo para comprar. A única coisa que vai merecer mudança tem a ver com as condições dos seus trabalhos, porque temos que ter um guarda municipal amigo de todos “, argumentou.

A Praia, segundo o PAICV tem que ser o farol desta nação e exemplo maior de Cabo Verde, daí que promete recuperar a imagem de uma câmara credível, que funciona na base de diálogo, e reduzir a taxa do Imposto Único sobre o Património (IUP), visando construir um futuro de modo que todos se sintam que de facto são praienses.

 “Vamos continuar com um guarda municipal que vai desempenhar uma função fundamental, designadamente a nível dos bairros, rever tudo o que se faz nos bairros, que os bairros passem a ser unidades de construção e de harmonia, ter um guarda municipal junto das famílias, junto dos jovens e associações”, acrescentou.

De acordo com o candidato, o PAICV pretende ainda construir uma Praia desenvolvida, de harmonia, uma Praia de paz, onde a própria câmara municipal será um espaço de paz e de harmonia.

Para as eleições de 25 de Outubro, na Praia, estão inscritos nos cadernos de recenseamento 86.180 eleitores.

Além de Francisco Carvalho, concorrem às eleições de 25 de Outubro, na Praia, Amândio Barbosa Vicente (PP), Any Reis (Sociedade Civil), Carlos Lopes (L.U.T.A), Denise Tavares (DSB), Francisco Silva (UCID), Jeremias Garcia (MPJT) e Óscar Santos (MpD).

Nas eleições de 2016 neste município concorreram cinco listas, tendo o MpD (Óscar Santos) conquistado a câmara com 62,74% dos votos, PAICV (Cristina Fontes) 32,43%, UCID (Francisco Silva) 1,77%, PP (Amândio Vicente) 0,61%, e PTS (José Augusto Fernandes) 0,26%.

Participam na corrida a estas eleições um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 candidatos do PAICV, sete da UCID, dois do PP, sendo 1 no município da Praia e 1 para Assembleia Municipal na Boa Vista, e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4), São Vicente (1).

ET/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos