Autárquicas 2020/Praia: L.U.T.A. pede oportunidade aos munícipes para dignificar a Praia

Cidade da Praia, 23 Out (Inforpress) – Carlos Lopes, candidato da Liderança, União, Trabalho e Amor (L.U.T.A.) pediu hoje A oportunidade aos munícipes por meio de um voto de confiança para, enquanto autarca, transformar o município da Praia, dando-lhe mais dignidade.

Hoje, último dia da campanha, com vista às eleições autárquicas marcada para domingo, o candidato da L.U.T.A. à presidência da Câmara Municipal da Praia, Carlos Lopes, fez o balanço positivo das suas acções e pediu o voto dos municípios para dignificar esta cidade, transformando-a numa “Praia mais justa e feliz”, como diz o seu lema.

“O balanço que faço é que a Praia é um município muito desigual, com bairros esquecidos pelo poder local, motivo pelo qual tem reforçado a nossa L.U.T.A., a nossa missão. Temos reparado que em todos os lugares as pessoas estão em desespero e descrentes com os políticos”, declarou.

Carlos Lopes afirmou que a sua equipa conseguiu mostrar aos praienses que a sua candidatura pretende, a partir deste domingo, caso vença essas eleições, mudar todo o sistema, para o bem comum da Praia, porque notou nesses dias, problemas de várias ordens, principalmente o défice habitacional, a falta de emprego e famílias que vivem na miséria.

“Constatamos problemas que nos tocaram profundamente. Isto não pode continuar a acontecer, por isso a L.U.T.A. pede o voto para mudar a Praia num município onde os jovens formam e trabalham e recebem o salário digno para criar os seus filhos, que moram bem e se sentem seguros nas suas localidades e uma Praia com mais oportunidade, onde ninguém dorme sem se jantar”, prometeu.

O balanço para este candidato é de esperança depositada por parte das pessoas que demonstraram apoio a esta candidatura, que conforme o seu líder, respeitou o momento actual da pandemia, durante esses 16 dias de campanha.

Para finalizar, assegurou que a L.U.T.A. está preparada para transformar a Praia num município melhor, com uma governação perto das pessoas.

Para as eleições de 25 de Outubro, na Praia, estão inscritos nos cadernos de recenseamento 86.180 eleitores.

Além de Carlos Lopes (L.U.T.A), concorrem às eleições de 25 de Outubro, na Praia, Amândio Barbosa Vicente (PP), Any Reis (Sociedade Civil), Denise Tavares (DSB), Francisco Carvalho (PAICV), Francisco Silva (UCID), Jeremias Garcia (MPJT) e Óscar Santos (MpD).

Nas eleições de 2016 neste município concorreram cinco listas, tendo o MpD (Óscar Santos) conquistado a câmara com 62,74% dos votos, PAICV (Cristina Fontes) 32,43%, UCID (Francisco Silva) 1,77%, PP (Amândio Vicente) 0,61%, e PTS (José Augusto Fernandes) 0,26%.

A nível nacional, participa na corrida a estas eleições um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4), São Vicente (1).

ET/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos