Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Autárquicas 2020/Praia: “Dja Sta Bom – Praia” aposta na disponibilização de terrenos aos jovens para agricultura e criação de gados

Cidade da Praia, 09 Out (Inforpress) – A candidatura do grupo “Dja Sta Bom – Praia”, que continua sua campanha em modo virtual por meio de textos, áudios e vídeos, indicou como aposta na juventude a disponibilização de terrenos para agricultura e criação de gados.

Em declarações à Inforpress, o mandatário, Eduardo Silva, afirmou que no município da Praia os projectos existentes para jovens não abrangem a todos, existindo até escolhas nos apoios, acabando os filhos das pessoas mais desprovidas a serem mais penalizados, mesmo quando têm melhores notas e condições de avançar na vida.

Nesta área, além de promover formação, o grupo “Dja Sta Bom- Praia”, que tem Denise Tavares como candidata a presidente da câmara, promete maior incentivo a jovens através de créditos acessíveis, mas com acompanhamento de pessoas adequadas para melhor canalização do empréstimo.

“Essa ideia surge porque os jovens vão a vários sítios com os seus projectos à procura de financiamento, mas são barrados, pois logo a primeira é-lhes solicitado dois fiadores, o que dificulta o avanço do projecto”, explicou.

E para que possam avançar, Eduardo Silva vê formação e diferentes tipos de apoio aos jovens dos diversos bairros da capital, como um instrumento que pode vir a acabar com o mundo de “kassu body” (assaltos) que muitos não escolheram como ganha pão, mas o qual foram seguindo.

A segurança que, no seu ponto de vista, está sendo ameaçada devido a este tipo de comportamento, pode ser estabelecida com a candidatura “Dja Sta Bom- Praia” que tem em carteira projectos de reabilitação e voltados para pecuária e agricultura.

Nestes dois sectores, Eduardo Silva avança que a promessa é disponibilizar terrenos para cultivo e criação de gados visando criação de rendimento e maior segurança para a cidade.

Além deste projecto, apontou ainda a criação de rendimento em prestação de serviço por meio de transporte, desporto e dinamização de cultura e criação do turismo na comunidade.

“Com estes projectos dinamizamos a cidade da Praia e oferecemos a resolução dos problemas sociais, aumentado a presença dos jovens no cenário público através da arte e da cultura”, explicou, sublinhando que tudo isso circunscreve-se na tão badalada participação para cidadania.

A candidatura “Dja Sta Bom- Praia” e sua equipa, que continua a sua campanha no modo ‘online’, apela ao eleitorado praiense a um voto de confiança no dia 25 de Outubro.

Para as eleições de 25 de Outubro, na Praia, estão inscritos nos cadernos de recenseamento 86.180 eleitores.

Além de Denise Tavares (DSB), concorrem às eleições de 25 de Outubro, na Praia, Amândio Barbosa Vicente (PP), Any Reis (Sociedade Civil), Carlos Lopes (LUTA), Francisco Carvalho (PAICV), Francisco Silva (UCID) e Jeremias Garcia (MJT) e Óscar Santos (MpD).

Nas eleições de 2016 neste município concorreram cinco listas, tendo o MpD (Óscar Santos) conquistado a câmara com 62,74% dos votos, PAICV (Cristina Fontes) 32,43%, UCID (Francisco Silva) 1,77%, PP (Amândio Vicente) 0,61%, e PTS (José Augusto Fernandes) 0,26%.

A nível nacional participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (um), de Santa Catarina (um), São Domingos (um), Tarrafal de São Nicolau (um), Sal (um) Tarrafal de Santiago (dois), Praia (quatro) e São Vicente (um).

PC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos