Autárquicas 2020/Praia: Candidata da Sociedade Civil promete guerra à pobreza com infra-estruturas básicas, saneamento e saúde

Cidade da Praia, 19 Out (Inforpress) – A candidata da Sociedade Civil que hoje esteve na zona de Jamaica afirmou que a situação da pobreza é preocupante e prometeu reverter esse quadro investindo em infra-estruturas básicas, saneamento e saúde.

Any Reis, que falava à Inforpress, prometeu, caso seja eleita no pleito de 25, construir parcerias para tirar as pessoas das ribeiras e leito de água, permitindo assim maior dinamização dos negócios, o que contribuiria para o aumento do rendimento mensal.

No sector da saúde garante apostas numa actuação integrada e construção de um centro de saúde municipal, com parceria com os Médicos sem Fronteira para uma acção concertada onde a prioridade seria a atenção primária de saúde.

A candidata da Sociedade Civil elencou ainda como aposta uma política cultural onde os jovens recebem formação nas várias vertentes culturais para poderem melhorar a qualidade de vida, aumentando assim a sua autoestima.

A cabeça de lista da Sociedade Civil para a câmara no seu contacto com o eleitorado, passou esta manhã para o cais de pesca, onde auscultou os pescadores e vendedeiras de peixe sobre os seus problemas e prometeu apostar numa vida mais digna para estes profissionais da faina piscatória.

Prometeu, nesta área, criar maiores oportunidades para que os empresários do sector tenham como viver e para que não haja monopólio de poderes como vem acontecendo.

No sector do mar Any Reis aposta na maior dinamização do desporto náutico, que poderão ser levados às praias de São Francisco e São Tomé, já que Gamboa, segundo disse, foi vendida.

A candidata Any Reis com estas aposta diz querer mudar o modelo de governo, ampliando o controlo social nos processos de tomada de decisão, em todas as instituições públicas.

A equipa da Sociedade Civil vai continuar terça-feira, 20, em contacto com o eleitorado dos arredores da Praia.

Para as eleições de 25 de Outubro, na Praia, estão inscritos nos cadernos de recenseamento 86.180 eleitores.

Além de Any Reis (Sociedade Civil), concorrem às eleições de 25 de Outubro, na Praia, Amândio Barbosa Vicente (PP), Carlos Lopes (L.U.T.A), Denise Tavares (DSB), Francisco Carvalho (PAICV), Francisco Silva (UCID), Francisco Silva (UCID), Jeremias Garcia (MPJT) e Óscar Santos (MpD).

Nas eleições de 2016 neste município concorreram cinco listas, tendo o MpD (Óscar Santos) conquistado a câmara com 62,74% dos votos, PAICV (Cristina Fontes) 32,43%, UCID (Francisco Silva) 1,77%, PP (Amândio Vicente) 0,61%, e PTS (José Augusto Fernandes) 0,26%.

A nível nacional, participa na corrida a estas eleições um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

PC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos