Autárquicas 2020/Mosteiros: Jorge Santos apela ao voto na “candidatura vitoriosa” de Lourenço Lopes

Cidade da Igreja, 19 Out (Inforpress) – O presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, encontra-se nos Mosteiros, enquanto dirigente do MpD, a apoiar a candidatura liderada por Lourenço Lopes, na corrida à Câmara Municipal, tendo já participado em acções de campanha porta-a-porta.

Depois do presidente do Movimento para Democracia (MpD), Ulisses Correia e Silva ter acusado, este domingo, a candidatura adversária de intimidar os moradores do complexo habitacional “casa para todos”, “de pressioná-los a votarem sob pena de serem expulsos”, Jorge Santos chegou e considerou de “nitidamente vitoriosa” a candidatura de Lourenço Lopes.

“Todas as evidências, todos os estudos de opinião dão Lourenço Lopes como próximo presidente da Câmara Municipal dos Mosteiros, não só pelo seu projecto, pela sua visão, mas também pela experiência e amor que ele nutre por Mosteiros”, realçou Jorge Santos que esteve hoje de manhã em contactos directos com o eleitorado da cidade de Igreja, onde apelou ao voto na mudança.

Justificou esta aposta com o entendimento de que o projecto autárquico de Lourenço Lopes vai ao encontro das expectativas das pessoas, principalmente dos jovens, no quadro de um projecto virado para o campo da formação profissional e para a criação de condições para o desenvolvimento do tecido empresarial e de uma economia municipal e local dos Mosteiros, integrado no todo do Fogo.

Ao considerar que a ilha do Fogo deve ser pensado como um todo, por ser uma ilha “com fortes potencialidades na área do agro-ecoturismo, das pescas, de entre outros sectores tão importantes”, Santos revelou que veio a Mosteiro para transmitir a sua experiência autárquica, cargo que exerceu durante 15 anos, àquele que considerou ser o próximo presidente da Câmara Municipal.

Quanto às críticas da oposição face ao envolvimento de membros do Governo nas campanhas eleitorais, Santos disse que veio aos Mosteiros como deputado nacional e membro da Comissão Política do MpD para proporcionar “a liberdade”, alegando que “há 20 anos que não ouvia praticamente uma população a clamar pela liberdade, pela mudança”.

Disse que estas críticas da oposição são naturais e afirmou que a Constituição da República garante “esta liberdade de participação política a todos os cidadãos, com separação de poderes”.

Nas últimas eleições autárquicas de 04 de Setembro de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde, concorreram três candidatos no concelho dos Mosteiros, tendo o MPD (Isidoro Gomes) alcançado 1.995 votos (43,36%), o PAICV (Carlos Fernandinho Teixeira) 2.482 votos (53,94%), e o AMI (Pedro Centeio Gonçalves) 53 votos (1,15%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro estão inscritos nos cadernos eleitorais um total de 6.608 eleitores (em 2016 o número de inscritos era de 6.151, dos quais 4.601 votaram).

Para além da candidatura do MpD, liderada por Lourenço Lopes, está na corrida à Câmara Municipal dos Mosteiros Fábio Vieira, proposto pelo PAICV.

A nível nacional participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

SR/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos