Autárquicas 2020/Mosteiros: Fábio Vieira (PAICV) traça balanço positivo e mostra-se convicto “numa grande vitória”

Cidade de Igreja, 23 Out. (Inforpress) – O candidato do PAICV destacou a mobilização e envolvimento em torno da sua candidatura para mostrar-se convicto numa “grande vitória”, visando “continuar a trabalhar” com os actores sociais e municipais para o desenvolvimento dos Mosteiros.

Em jeito de balanço destes 15 dias da campanha eleitoral para o escrutínio autárquico, Fábio Vieira frisou que a candidatura, cuja lista para a câmara lidera, e Lúcio Fernandes para a assembleia municipal, tem pautado pelo civismo e respeito pela candidatura adversária e que “difere da concorrente sem ideia e projectos”.

Persuadido na vitória do escrutínio de domingo, lançou um apelo a todo os eleitores a votarem em “consciência e em liberdade, na candidatura que transmite garantia num município, cada vez, mais desenvolvido”, asseverando que os mosteirenses sempre souberam fazer a melhor escolha em todas as eleições autárquicas.

Um município mais próspero, mais desenvolvido e com mais e melhor qualidade de vida e oportunidades para todos os mosteirenses, são atributos que a candidatura “Mosteiros, a nossa prioridade”, promete, para sua governação da qual diz-se convicto, ao mesmo tempo que considera que “cada mosteirense respira liberdade pura para escolher o futuro”.

“O PAICV tem trabalhado sempre na promoção e capacitação sobretudo de jovens e não há melhor forma de exercer liberdade senão investir na formação. Consideramos que por via de qualificação, de formação, vamos garantir mais liberdade”, explicitou Vieira, para quem “o povo é soberano para votar sem qualquer tipo de condicionamento”.

A propósito asseverou que a sua equipa apresentou propostas concretas, enquanto denunciou a candidatura adversária de “fragilizar a democracia” ao primar pela vandalização de cartazes do PAICV, acusou o mandatário da candidatura adversária de “ferir e desonrar mulheres do PAICV nos Mosteiros e, sobretudo da Ribeira de Ilhéu”, e de tentativa de intimidação do eleitorado através de perfis falsos nas redes sociais.

O PAICV encerra a sua campanha com dois comícios esta tarde, sendo o primeiro em Mosteiros Trás, ao qual se segue um segundo no Largo da Vitória em Queimada Guincho, que termina com um cortejo de automóveis e motorizadas pelo concelho.

Nas eleições de 2016, concorreram três candidatos no concelho dos Mosteiros, tendo o MpD (Isidoro Gomes) alcançado 1.995 votos (43,36%), o PAICV (Carlos Fernandinho Teixeira) 2.482 votos (53,94%), e o AMI (Pedro Centeio Gonçalves) 53 votos (1,15%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, estão inscritos nos cadernos eleitorais um total de 6.603 eleitores, segundos dados corrigidos da CNE (em 2016 o número de inscritos era de 6.151, dos quais 4.601 votaram).

Para além da candidatura do MpD,  liderada por Lourenço Lopes, está na corrida a Câmara Municipal dos Mosteiros Fábio Vieira, proponente do PAICV.

A nível nacional participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal (2), Praia (4) e São Vicente (1).

SR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos