Autárquicas 2020/Brava: PAICV pretende reactivar fábrica de queijo de Cachaço

Nova Sintra, 17 Out (Inforpress) – A candidatura do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) às eleições autárquicas, na Brava, pretende reactivar a fábrica de queijo na zona de Cachaço para apoiar as famílias.

A intenção, conforme o candidato à liderança da câmara, Clóvis Silva, caso vença as eleições de 25 de Outubro, é revitalizar a fábrica, porque as pessoas desta zona possuem formação, tem criação que lhes permitem produzir, mas a fábrica encontra-se fechada.

Mas, para revitaliza-la sublinhou que tem que se começar pela parte da pecuária.

Daí, explicou que na área da pecuária vão apoiar a instalação de uma fábrica de produção de ração animal que é para Nossa Senhora do Monte, mas que abrange esta zona também.

“É uma forma de baixar o preço da ração e facilitar os criadores a aumentarem as suas cabeças de gado, no sentido de criar condições para que tenham matéria-prima para fabricar queijo”, disse o candidato.

Com isso, Clóvis Silva garantiu que haverá postos de trabalhos e que vai ajudar na economia das famílias.

O candidato considerou que Cachaço é uma das zonas que “foi abandonada” nos últimos anos, sublinhando que isto levou a perda de financiamento em alguns sectores.

A fábrica de queijo de que falou o candidato, conforme afiançou era conhecida a nível nacional, mas que já possui mais de quatro anos inactiva.

Ainda, para este povoado avançou que a sua candidatura pretende concluir as duas vias de estradas para Monte Vermelho e Ponta Verde, criar postos de trabalho através da associação comunitária, construção de um centro comunitário, melhorias na placa desportiva, entre outros.

Igualmente, tenciona criar dinâmica na zona através do Instituto Municipal da Cultura e Artes, através do desporto, incluir o apoio social através do Banco Alimentar que “funciona como um banco normal, mas que o seu objecto não é dinheiro, e sim alimentos não perecíveis”.

Para este sábado, a caravana do PAICV vai continuar o seu périplo pelas zonas altas, desta vez na localidade de Mato e arredores.

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, na Brava, estão inscritos 4.683 eleitores, incluindo estrangeiros, distribuídos por 26 mesas de assembleias de voto (em 2016 o número de inscritos era de 4.435, dos quais apenas 2.836 votaram).

Nas eleições de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde para escolha dos titulares dos órgãos municipais, concorreram neste concelho, o MpD (Orlando Balla), que conquistou a câmara com 1.673 votos (58,99%), e o PAICV (Manuel Gomes) 1.111 votos (39,17%).

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (dois), Praia (4) e São Vicente (1).

MC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos