Autárquicas 2020/Brava: Francisco Tavares compromete-se a “dar continuidade” a dinamização do sector cultural

Nova Sintra, 19 Out (Inforpress) – O presidente cessante da Câmara Municipal da Brava e candidato à sua própria sucessão nas eleições autárquicas de 25 de Outubro comprometeu-se a “dar continuidade” a dinamização do sector cultural.

Francisco Tavares, que lidera a candidatura do Movimento para a Democracia (MpD) às autárquicas deste ano, tirou o dia de domingo para descanso, mas esteve presente no concerto realizado pela Presidência da República na Brava, para comemorar o Dia Nacional da Cultura e das Comunidades.

Neste sentido, à imprensa, comprometeu-se a continuar a trabalhar para dinamizar todas as actividades culturais da ilha, acentuando que caso não estivessem no período da campanha eleitoral, no dia de ontem seria o encerramento de mais uma edição da semana da cultura que nos dois últimos anos a autarquia tem vindo a realizar.

Daí, o candidato acentuou que “é preciso continuar a reforçar e criar mecanismos para que os mais jovens passam a ter um pouco de aprendizado nesta área”.

Para dar continuidade ao processo, elencou que no mandato anterior fizeram investimentos no salão do polivalente de Nossa Senhora do Monte, Nova Sintra tem o seu auditório que vai estar equipado antes de Dezembro, na Furna vão investir na reabilitação do salão do polivalente com o intuito de realizar actividades de índoles culturais nestes três pontos da ilha.

Além disso, Francisco Tavares reforçou que é necessário criar mais escolas da música e de aprendizagem das outras artes.

No quesito das parcerias, enalteceu a existente entre a autarquia e a associação Sete Sóis Sete Luas, que tem permitido levar a musica a todas as ilhas que tem esta associação e na diáspora, assim como a vinda de artistas dos outros centruns para a Brava.

Em homenagem a Eugénio Tavares, o candidato do MpD pretende continuar com a semana da cultura que teria no seu centro o dia 18 de Outubro, com a realização de “um grande festival onde participarão todos os cantantes e executantes da morna para a Brava”.

Também, realçou que a partir de Dezembro, a Casa Museu Eugénio Tavares estará totalmente pronta e equipada, numa parceria entre a câmara municipal e o Instituto do Património Cultural (IPC).

Sobre a folga deste domingo, disse que este dia foi reservado para contactos e visitas pontuais e que é sempre bom tirar um dia de descanso para todos os actuantes nesta campanha que lhes permitem recuperar energia para esta última semana com baterias recarregar as a 100 por cento (%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, na Brava, estão inscritos 4.683 eleitores, incluindo estrangeiros, distribuídos por 26 mesas de assembleias de voto (em 2016 o número de inscritos era de 4.435, dos quais apenas 2.836 votaram).

Nas eleições de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde para escolha dos titulares dos órgãos municipais, concorreram neste concelho, o MpD (Orlando Balla), que conquistou a câmara com 1.673 votos (58,99%), e o PAICV (Manuel Gomes) 1.111 votos (39,17%).

A nível nacional participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal (2), Praia (4) e São Vicente (1).

MC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos