Autárquicas 2020/Brava: Clóvis Silva quer “resgatar” dinâmica social e ultrapassar a questão da pobreza em Mato

Nova Sintra, 18 Out (Inforpress) – O candidato do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV-oposição), Clóvis Silva, pediu este sábado um voto de confiança à população de Mato para poder “resgatar” a dinâmica social e ultrapassar a pobreza nesta zona.

Clóvis Silva, que percorreu, na tarde de sábado, toda a zona de Mato e arredores, salientou que esta localidade possui “graves problemas com a habitação”, destacando que nos oito anos atrás, em matéria de reabilitação, esta zona não se beneficiou em quase nada.

“As pessoas sentem claro a falta da presença do poder público e há muitas pessoas que moram mesmo mal”, disse o candidato, acentuando que a sua equipa para esta zona está a focar muito no apoio social.

Segundo a mesma fonte, “é uma zona muito afectada pelo desemprego porque com os últimos anos de seca, os criados desfizeram dos seus animais, acabando por empobrecer as famílias e muita da fatia de pessoas que estão a viver na extrema pobreza é de Mato”.

Daí, o candidato à presidência da câmara pautou que querem “resgatar a dinâmica social de Mato e trabalhar para ultrapassar a questão da pobreza que regressou por causa da seca”.

O primeiro passo para resolver esta situação, conforme explicou é reactivando a associação local de forma a que tenha “recursos permanentes” à semelhança de outras localidades, para realizarem constantemente acções de melhoria dos caminhos vicinais e apoiar as famílias pontualmente.

Outra questão que tencionam intervir é na possibilidade de “tentar tirar os jovens do uso excessivo do álcool, pois é uma das localidades que tem muito uso do álcool e da droga”.

Nesta vertente, além de actividades culturais, pretendem reforçar a parte desportiva, como uma forma de manter os jovens activos e a fazer “algo de útil”.

Para este domingo, a caravana do PAICV vai continuar o seu périplo pelas zonas altas, desta vez na localidade de Nossa Senhora do Monte e arredores.

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, na Brava, estão inscritos 4.683 eleitores, incluindo estrangeiros, distribuídos por 26 mesas de assembleia de voto (em 2016 o número de inscritos era de 4.435, dos quais apenas 2.836 votaram).

Nas eleições de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde para escolha dos titulares dos órgãos municipais, concorreram neste concelho, o MpD (Orlando Balla), que conquistou a câmara com 1.673 votos (58,99%), e o PAICV (Manuel Gomes) 1.111 votos (39,17%).

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (um), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

MC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos