Autárquicas 2020/Brava: Candidato do MpD faz “balanço muito positivo” a meio percurso da campanha

Nova Sintra, 15 Out (Inforpress) – O candidato do Movimento para a Democracia (MpD, poder) à própria sucessão à Câmara Municipal da Brava, nas eleições de 25 de Outubro, fez um “balanço muito positivo” da campanha a meio percurso e convicto da vitória.

O balanço foi feito à imprensa por Francisco Tavares, durante uma visita que os integrantes das listas do Movimento para a Democracia (MpD, poder) efectuaram às zonas altas de Lomba Lomba, Lagoa e Fajã d´Água.

Segundo o candidato, a população está a demonstrar que “quer continuidade da equipa e que está ciente do trabalho feito e das áreas que foram investidas no mandato anterior”.

Daí, sublinhou que a mensagem que é transmitida a sua candidatura é a seguinte: “para que trocar se já temos uma equipa que já deu provas daquilo que fazem, dos projectos prioritários e que estão a fazer tudo para embelezar a ilha e investir nas diversas áreas”.

Já sobre a caminhada realizada esta quarta-feira, Francisco Tavares contou que passaram por Lomba Lomba, seguindo o caminho vicinal que passa pela localidade de Cruz e desceram para Lagoa e depois, Fajã d´Água.

O objectivo principal, conforme acentuou, foi de levar a mensagem para as famílias que moram nesses povoados.

“Esta campanha temos de fazê-la para levar a nossa mensagem e auscultar a população sobre o que tem a dizer-nos daquilo que foi o nosso mandato passado”, afiançou o candidato.

Considerou a caminhada como sendo “dura”, que lhes proporcionou “vistas excepcionais”, mas que o caminho precisa de alguma intervenção.

Para estas localidades, o projecto é “manter uma câmara amiga das pessoas e das famílias mais carenciadas e apoiá-las na reabilitação das habitações”.

Para Fajã d´Água em específico, pretendem fazer a requalificação do muro frontal da baía que já está desgastado pelo mar, em Esparadinha fazer um arruamento da estrada principal até as casas existentes, apoio à pesca vai continuar, reabilitação do espaço onde vai funcionar a unidade de transformação de pescado, trabalhar para criar uma solução para um arrastador de botes.

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, na Brava, estão inscritos nos cadernos eleitorais 4.683 eleitores, incluindo estrangeiros, distribuídos por 26 mesas de assembleias de voto (em 2016 o número de inscritos era de 4.435, dos quais apenas 2.836 votaram).

Nas eleições de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde para escolha dos titulares dos órgãos municipais, concorreram neste concelho, o MpD (Orlando Balla), que conquistou a câmara com 1.673 votos (58,99%), e o PAICV (Manuel Gomes) 1.111 votos (39,17%).

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (um), de Santa Catarina (um), São Domingos (um), Tarrafal de São Nicolau (um), Sal (um) Tarrafal de Santiago (dois), Praia (quatro) e São Vicente (um).

MC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos