Autárquicas 2020/Boa Vista: “Peço para as pessoas aproveitarem a oportunidade histórica de ter outro partido na assembleia municipal” – Sérgio Corrá 

Sal Rei, 23 Out (Inforpress) – O candidato do Partido Popular à assembleia municipal pediu ao eleitorado para aproveitar a oportunidade “histórica” de votar noutro partido, apostando na “competência e experiência” da equipa para apresentar projectos revolucionários e fazer Boa Vista sair da crise económica.

Sérgio Corrá fez este apelo, em declarações à Inforpress, assegurando que o Partido Popular (PP), na assembleia municipal (AM), estará “completamente desligado” daquilo que são as directivas dos partidos habitualmente eleitos.

O candidato do PP, que se apresenta pela primeira vez às eleições autárquicas para a AM na ilha da Boa Vista, diz que quer fazer diferença, “modificando o equilíbrio histórico em que há dois partidos, sempre um na governação, e o outro na oposição”.

Conforme defendeu Sergio Corrá, quando um partido governa a câmara acaba por controlar também a assembleia, e a oposição fica numa situação passiva que não ajuda no desenvolvimento da ilha.

Desta vez, na óptica do candidato, “haverá um equilíbrio claramente diferente”, tendo em conta que, explicou, vem passando a mensagem sobre a diferença institucional entre a câmara e a assembleia municipal que aprova projectos e obras.

“As pessoas nunca deram grande importância à diferença entre a câmara e a assembleia. Quando é dia de eleição encontram dois boletins de voto, normalmente votam sempre da mesma forma, no símbolo do partido, e após quatro anos esquecem-se que há uma diferença entre a câmara e a assembleia”, disse, Sérgio Corrá insistindo para que os eleitores apostem em algo que pode ser completamente diferente do passado.

Neste momento de crise, advogou, é preciso apostar em quem tem competência e experiência e que pode apresentar algo de bom para o futuro desta ilha, e que apresentará projectos revolucionários para fazer a ilha sair da crise económica, provocada pela covid-19.

Nas autárquicas de 2016, na ilha da Boa Vista concorreram três candidatos, José Luís Santos (Basta), que alcançou 57,56 por cento (%) dos votos, José Pinto Almeida (MpD), que obteve 30,60 % dos votos e José Henrique Cruz (PAICV), com 10,32 % dos votos.

Para as eleições do dia 25 de Outubro, na Boa Vista, estão inscritos 8.180 eleitores, 34 mesas de voto. Em 2016 o número de inscritos era de 6.826, dos quais 4.340 votaram.

Dois candidatos concorrem para à presidência da Câmara Municipal da Boa Vista no escrutínio do dia 25 de Outubro, sendo José Luís Santos (MpD), que concorre à sua própria sucessão, e o candidato Cláudio Mendonça (PAICV). O Partido Popular apresentou uma lista somente para a assembleia municipal, encabeçada pelo cidadão de origem italiana, Sérgio Corrá.

A nível nacional, na corrida para as autárquicas de 25 de Outubro participa um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para a Assembleia Municipal da Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), de São Domingos (1), do Tarrafal de São Nicolau (1), do Sal (1) do Tarrafal (2), da Praia (4) e de São Vicente (1).

VD/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos