Associação Sindical dos Funcionários da PJ alerta para “deficiências” no funcionamento da classe

Cidade da Praia, 11 Mai (Inforpress) – O presidente da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação da Polícia Judiciaria de Cabo Verde, Agostinho Semedo, alertou hoje para a falta de materiais reagentes nos laboratórios e “deficiência” em termos de recursos humanos.

O presidente desta associação sindical fez estas declarações em conferência de imprensa, no âmbito das comemorações do 29º aniversário da criação da Associação Sindical dos Funcionários da Polícia Judiciária (ASFIC-PJ), que se assinala a 12 de Maio.

“A principal dificuldade que se verifica tem a ver sobretudo com o sector do laboratório da polícia Científica, no que prende aos materiais reagentes que são utilizados nos processos de exame de DNA e outros exames toxicológicos que constituem funções do próprio laboratório”, denunciou.

Agostinho Semedo explicou que estes reagentes são de “grande impacto orçamental”, pelo qual uma das dificuldades que “eminentemente tem sentido” tem a ver precisamente com aquisição dos materiais e reagentes que são importantes para a realização de exames junto do laboratório.

“Com o funcionamento da unidade de investigação em Assomada e também o funcionamento do departamento da Boa Vista, houve uma redistribuição dos recursos humanos e isto acabou por revelar claramente a deficiência que temos”, avançou.

O presidente da ASFIC-PJ acrescentou que esta “deficiência” é tanto a nível do pessoal de investigação criminal, como a nível do corpo de segurança, daí que a força sindical irá também mais uma vez propor junto da Direcção Nacional do Ministério da Justiça a possibilidade de prever o recrutamento desses profissionais.

“Pessoal ligado à investigação criminal, ligado ao apoio à investigação criminal, bem como o corpo de segurança com vista a dar uma maior resposta em termos de efectivos e a melhor redistribuição a nível dos departamentos”, exemplificou.

Agostinho Semedo elencou ainda desafios na actualização e revisão de alguns instrumentos legais, como a orgânica e o estatuto da PJ, não obstante a recente revisão.

“Sentiu-se a necessidade duma nova proposta de revisão e neste momento a força sindical, em colaboração com a direcção da PJ, está a preparar uma equipa para trabalhar a proposta de revisão, tanto da orgânica da PJ, como do estatuto da PJ”, explicou

A Associação Sindical dos Funcionários da PJ (ASFIC-PJ) foi criada a 24 de Julho de 2009, e tem uma representação de cerca de 80%, com 256 funcionários da PJ que constituem a classe.

CC/GSF/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos