Associação Safendi “Tudo Hora” realiza este domingo marcha de sensibilização contra descriminação e xenofobia

Cidade da Praia, 18 Jan (Inforpress) – A Associação Safendi “Tudo Hora” vai organizar, no próximo dia 20 de Janeiro, Dia dos Heróis Nacionais, na Cidade da Praia, uma marcha para sensibilizar a sociedade sobre descriminação e xenofobia contra os imigrantes da costa ocidental africana.

Em declarações à Inforpress, Bruno Silva Semedo, membro dessa associação de cariz social e comunitária, informou que essa manifestação é realizada no âmbito das comemorações do dia dos Heróis Nacionais, com o objectivo de preservar a questão da africanidade defendida por Amílcar Cabral.

“O objectivo dessa marcha é sensibilizar a sociedade cabo-verdiana e o Governo que os emigrantes africanos têm os mesmos direitos que as outras raças que estão em Cabo Verde e também para que parem de ter pensamento discriminatório e vivenciar o legado de Amílcar Cabral, de ter mais irmandade com a África”, esclareceu o activista social.

Bruno Silva Semedo acrescentou que essa iniciativa surge depois de algumas situações que têm acontecido na sociedade cabo-verdiana, onde alguns imigrantes da costa ocidental africana são “maltratados” em algumas instituições pública, como os hospitais e aeroporto da Praia.

Apontou ainda que a nível social, tem se usado algumas palavras que “estigmatizam” essas pessoas, o que segundo Bruno Semedo trata-se de falta de “estudo e conhecimento” em relação à própria história, por parte de certos cabo-verdianos.

“Cabo Verde é um país que foi colonizado e só conseguiu a sua libertação aliado com os países da África Ocidental. Por isso, não temos que ignorar a história e se tivéssemos esse pensamento africano a nossa postura seria diferente “, notou.

Para Bruno Silva Semedo, essa “postura xenófoba dos cabo-verdianos advém do seu “pensamento ocidental”, o que, segundo ele, leva a um certo distanciamento e desconhecimento da África e da sua história.

“Nós somos africanos e temos que manter e comportar como tal e isso quer dizer uma sã convivência com os nossos irmãos africanos”, frisou o responsável pelo pelouro da Cultura da associação desta associação.

“Safendi Tudo Hora” e é uma associação de cariz social e comunitário, com dois anos de existência, que desenvolve trabalho junto das famílias e pessoas carenciadas do bairro de Safende, arredores da Cidade da Praia.

OM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos