Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Associação de Apoio às Iniciativas de Auto-promoção capacita cuidadores em formação

Cidade da Praia, 21 Fev (Inforpress) – A Associação de Apoio às Iniciativas de Auto-promoção (Solmi) realiza esta segunda-feira uma formação destinada aos cuidadores de pessoas com deficiências, ajudando-lhes a identificar qual poderá ser o melhor negócio que podem encetar.

Segundo o presidente da Solmi, Mário Moniz, em declaração à Inforpress, pretende-se igualmente ajudar essas pessoas sobre o negócio que melhor se adapte à realidade social, económica e cultural e, também, dos bairros onde residem.

Durante a formação, adiantou aquele responsável, o formador vai ajudar os formandos a elaborar os seus planos de negócios, os quais lhes “servirão de orientação”.

“Um dos resultados que queremos desta formação é a elaboração de um plano de superação individual”, indicou Mário Moniz, acrescentando que o formador vai ajudar os beneficiários a reflectirem sobre as lacunas e as necessidades que ainda precisam de superar, em ordem a gerirem de “melhor forma os seus negócios”.

De acordo com o responsável da Solmi, quem quiser obter uma formação profissional, a associação está disponível para o efeito, em parceria com o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

“Depois da formação, quando tudo estiver claro em termos do plano de pequenos negócios elaborado, vamos disponibilizar a cada beneficiário um montante de 80 mil escudos para lhes ajudar na implementação do projecto”, garantiu.

Ao todo, nesta primeira fase, a Solmi prevê formar 20 pessoas, sendo cinco do Tarrafal e três do município de S. Lourenço dos Órgãos e 12 do concelho da Praia.

Assim, a primeira formação vai decorrer nos dias 22 e 23, nas instalações da Universidade de Santiago, cidade de Assomada, em Santa Catarina, e a segunda no “Espaço Aberto”, da Associação Zé Moniz, em Safende, Praia.

A identificação dos beneficiários do projecto, conforme Mário Moniz, é da responsabilidade das associações que trabalham com pessoas portadoras de doenças neurológicas, nomeadamente Acarinhar, Dom de Amor, Diferente Bu Not Indiferente e Colmeia.

O projecto de formação conta também com a parceria do Governo, através do Ministério da Família, União Europeia e Instituto Camões.

LC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos