Associação católica promove conferência internacional sobre o negócio como “uma vocação nobre”

Cidade da Praia, 21 Abr (Inforpress) – A Cidade da Praia acolhe, em Maio, uma conferência internacional intitulada “O negócio como uma vocação nobre”, promovida pela Associação de Gestores, Empresários e Profissionais Católicos de Cabo Verde (AGEPC-CV), em parceria com a UNIAPAC África e UNIAPAC Internacional.

Além deste evento, previsto para o dia 08, está igualmente previsto, de 07 a 09 de Maio, um seminário regional destinado a jovens de todas as religiões do continente africano, para, juntos, se debruçarem sobre o trabalho jovem, após Laudato SI.

Esta actividade, segundo uma nota da AGEPC-CV a que a Inforpress teve acesso, também se realiza na Cidade da Praia, em colaboração com a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Neste mesmo período, tendo em conta a presença da maioria dos presidentes e os assistentes espirituais das associações congéneres do continente africano, haverá no dia 7 de Maio a Assembleia Geral da UNIAPAC-África.

A AGEPC-CV é membro da UNIAPAC, que é uma federação de associações, um ponto de encontro internacional para líderes empresariais cristãos.

A UNIAPAC nasceu em 1931 como Confederações Internacionais das Associações de Patronos Católicos, entre federações de empregadores católicos holandeses, belgas e franceses, e com observadores da Itália, Alemanha e Checoslováquia, por ocasião do 40º aniversário da Encíclica “Rerum Novarum”em Roma.

Após a Segunda Guerra Mundial, a UNIAPAC ampliou para outros países europeus e para países latino-americanos e mudou seu primeiro nome, em francês, para UNION Internationale des Associations Patronales Catholiques, com as iniciais UNIAPAC (1949).

Em 1962, a UNIAPAC torna-se uma associação ecuménica sob a nova denominação União Cristã Internacional de Executivos de Negócios, conservando suas iniciais.

A UNIAPAC reúne hoje Christian Business Leaders Associations em 36 países da Europa, América Latina, África e Ásia e representa 16.000 executivos de negócios “muito activos” em todo o mundo, trabalhando em vários sectores líderes da economia mundial.

LC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos