Associação apresenta ao Presidente da República projecto Universidade Sénior de Cabo Verde

Cidade da Praia, 05 Mai (Inforpress) – Uma delegação da Associação Pró Universidade Sénior foi hoje recebida pelo Presidente da República, a quem apresentaram o projecto Universidade Sénior de Cabo Verde, que visa proporcionar aos maiores de 60 anos actividades académicas, mas sobretudo lúdicas.

Em declarações à imprensa, a presidente do Conselho Directivo da Associação Pró Universidade Sénior, Crispina Gomes, disse que o encontro com o chefe de Estado, José Maria Neves, foi uma oportunidade também para apresentarem a associação e as acções formativas deste projecto, que pretende abarcar ainda a juventude cabo-verdiana.

“Como Universidade Sénior de Cabo Verde, queremos e já propusemos a sociedade esta iniciativa que pretende abarcar pessoas com 60 anos de idade ou mais, mas também queremos passar a juventude todo o nosso percurso de vida, a nossa experiência, isso porque entre os sócios nós temos um grande número de pessoas que fizeram este País e que tem toda uma experiência a passar aos jovens”, explicou.

Segundo esta responsável, o projecto terá actividades a nível académico, ocupação de tempos livres e da cidadania, proporcionando a essas pessoas a oportunidade de partilharem tudo aquilo que adquiriram ao longo das suas vidas de forma prazerosa.

Para Crispina Gomes, a ideia é dar “mais vida a vida”, ou seja, ocupar os seniores com actividades e acções que dão prazer e gosto, proporcionar momentos de convívio, trocas de aprendizagem e de atualização de conhecimentos.

A nível académico, adiantou que a universidade dispõe de cursos de novas tecnologias de informação, escrita do crioulo, história de Cabo Verde, línguas e entre outros.

“Nos consideramos a culinária uma atividade lúdica, e já começamos com a culinária para diabéticos e está a ter um sucesso enorme junto das pessoas que têm esta enfermidade ou que querem prevenir-se”, acrescentou.

Por outro lado, o projecto almeja ainda incluir acções a nível da música, danças e da cidadania que, no seu entender, são “muito importante” para que as pessoas possam ter uma participação “mais activa, com voz e passar esses testemunhos” à nova geração.

Na ocasião, revelou que o Presidente da República felicitou a associação pela iniciativa e mostrou-se “disponível e aberto” para ajudar e colaborar com este projecto, que visa dar “mais vida a vida”.

AV/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos