Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Associação Acad Uni-CV elege qualidade e ética como linhas mestras da sua gestão

Cidade da Praia, 11 Jun (Inforpress) – O novo presidente da Associação dos Estudantes da Universidade de Cabo Verde (Acad Uni-CV) elege a qualidade, a ética, a sustentabilidade e a cultura como linhas mestras da gestão da sua equipa fazendo ‘jus’ ao lema “fazer acontecer”.

Alector Timas, que está a frente do Conselho Directivo, disse à Inforpress hoje à tarde durante a cerimónia da tomada de posse, que o seu colectivo defende o desenvolvimento de um espírito de comunidade na Uni-CV, por considerar que um estudante com a saúde mental sã poderá dar um bom contributo para o seu aprendizado dentro da academia.

Disse que a plataforma, eleita no escrutínio de Maio último, defende também o “best off”, como forma de premiar os estudantes universitários, pelo seu mérito e trabalho, visando contribuir para o seu desenvolvimento.

Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) também se afiguram como aposta da jovem equipa directiva, que pretende implementar projectos voltados para esta temática, assim como o Congresso Universitário, já instituído “para que os universitários tenham voz”.

Isto por entender que existe “muita coisa por melhorar ou corrigir” na Uni-CV que, só ouvindo os estudantes enquanto actores principais, encontra-se a melhor forma de colmatar os problemas existes, porquanto o Congresso, avançou, reunirá estudantes de todas as ilhas, onde existe faculdades e escolas da universidade pública.

“Esta será uma forma de ajudar a compreender, entender e a criar um plano de acção para ajudar a colmatar estes problemas”, especificou Alector Timas, que enumerou ainda o empreendedorismo como um dos pilares de suma importância a ser desenvolvida na Uni-CV, de forma a melhor tirar proveito dos “jovens inovadores”.

“Temos jovens empreendedores e inovadores que já deram provas a nível internacional, apresentando projectos. Acredito que se tivermos um ecossistema dentro da Uni-CV, preparado para acolher e ajudar no desenvolvimento de alguns projectos criados e desenvolvidos pelos estudantes, teremos um grande impacto, tanto a nível nacional e internacional”, ressaltou.

O novel líder desta associação académica mostrou-se convicto de que esta estratégia permita que os estudantes sejam mais motivados para que possam investir nos seus tempos, pelo que antevê um “impacto muito grandes destes estudantes no panorama internacional”, o que fará com que o nome da universidade seja levado para todos os cantos.

Os novos órgãos sociais da Acad Uni-CV saíram do escrutínio de Maio, marcado pela lista única, com Alector Timas a exortar pela união de toda a classe, para que a passagem da Universidade para o Novo Campos, conte com uma “equipa forte” dos estudantes, consciente que junto todos darão um contributo maior para o desenvolvimento deste causa.

Estudante do quarto ano de Psicologia, Organizacional, Social e do Trabalho, Alector Timas tem o seu nome registado como um dos líderes embaixadores da Paz de Cabo Verde e um dos 70 jovens, pelo que promete juntar o útil ao agradável nesta associação que pretende fazer funcionar como “uma família”.

SR/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos