Associação A Ponte assinala Dia Mundial do Suicídio com cerimónia de velas acesas em todos os concelhos

Cidade da Praia, 10 Set (Inforpress) – A Associação de Promoção da Saúde Mental (A Ponte), assinala hoje, em todos os concelhos do País, o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, com uma concentração de pessoas para uma cerimónia de acender velas.

A iniciativa conta com a colaboração do Instituto Nacional de Saúde Pública e delegacias de Saúde, visa, segundo o vice-presidente da Associação A Ponte, Margarida Cardoso, acender velas em memória das vítimas de suicídio e em apoio às pessoas e famílias que estão enfrentando este problema.

A actividade, que se assinala sobre o lema “Trabalhando juntos para prevenir o suicídio”, vai acontecer na Cidade da Praia, na Pracinha da Escola Grande, por volta das 19:30, com o intuito de alertar que o suicídio, no País, é a primeira causa de morte por causas externas, rondando meia centena de óbitos por ano.

Esse facto esteve na origem da criação da associação A Ponte, que tem, segundo Margarida Cardoso, em declarações à Inforpress, a missão de ajudar as pessoas com ideias suicidas e trabalhar na prevenção.

“A Ponte tem feito ao longo desses anos um trabalho promocional no sentido de informar e educar sobre a matéria de saúde mental, particularmente de ajudar pessoas com ideias de suicídio”, disse.

Num momento em que a pandemia pela covid-19 constitui uma situação de fragilidade para pessoas vulneráveis, contribuindo para o isolamento, angústia e ansiedade, aquela responsável apelou à solidariedade e inter-ajuda das pessoas, já que um “simples gesto” é essencial para garantir uma boa saúde mental e o bem-estar dos indivíduos.

No que respeita a data, o Instituto Nacional de Saúde Pública, como o objectivo de reforçar as formas de prevenção do suicídio junto da população, sobretudo, no contexto de pandemia, vai promover um conjunto de actividades nos meses de Setembro e Outubro, denominado “Mês da promoção da saúde mental”.

Segundo os especialistas, os sinais de alerta variam de acordo com a personalidade de cada um, mas costumam seguir um padrão, pelo que conhecer estes sinais permite intervir a tempo de salvar vidas.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) o suicídio contabiliza cerca de 800 mil mortes, por ano em todo o mundo, sendo que mais de 75 por cento (%) ocorre em países de baixa renda.

A redução da mortalidade por suicídio é um imperativo global e faz parte do compromisso global com o Objectivo de Desenvolvimento Sustentável de reduzir em um terço a mortalidade prematura por doenças não transmissíveis por meio da prevenção e tratamento e da promoção da saúde mental e do bem-estar.

Em Cabo Verde, a taxa de suicídio conforme dados ronda os 12,3%.

O Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, visa sensibilizar e convocar os países-membros da Organização Mundial da Saúde para a definição de estratégias destinadas a prevenir o suicídio, que constitui um problema de saúde pública.

PC/AA

Inforpress/Fim

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos