Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Assembleia Municipal de São Domingos reúne-se para apreciar orçamento e plano de actividades

Cidade da Praia, 25 Jan (Inforpress) – A Assembleia Municipal de São Domingos vai estar reunida esta quarta-feira, 27, para apreciar e deliberar sobre as propostas de orçamento e plano de actividades da autarquia para o ano de 2021.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de São Domingos, Isaías Varela, a proposta de orçamento, estimada em 447.472.286 escudos, foi elaborada num contexto de incerteza e sofreu um decréscimo de cinco milhões de escudos face ao orçamento do ano de 2020.

Do montante global, 45 por cento (%), correspondentes a 201.113.088 escudos, são destinados às despesas concorrentes e 55%, equivalente a 246.359.198 escudos, destina-se às despesas de capital, ou seja, para investimentos.

Isaías Varela adiantou que para este ano a câmara de São Domingos destacou três eixos fundamentais para os investimentos, considerados importantes para alavancar o sector da economia no concelho, mitigar os problemas sociais e melhorar a organização do serviço interno.

“Temos o eixo da infra-estrutura para o qual está destinado o montante total de 108.291 milhões de escudos. Temos um segundo eixo que é o eixo social, dividido em capital humano e coesão social, para os quais propomos o montante de 91.408 milhões de escudos”, indicou.

O terceiro eixo relaciona-se com as questões da boa governação, com o valor de 27.727 milhões de escudos, e vai centrar-se, sobretudo, no reforço da instituição.

“Nós quando entramos notamos que há uma deficiência em termos de funcionamento, da organização e do relacionamento com a própria instituição com os munícipes. Por isso estamos a fazer uma aposta forte nesse eixo de boa governação, reforçando a questão da modernização administrativa de forma a melhorar as respostas aos nossos municípios”, acrescentou.

Na infra-estruturação, indicou que “a grande aposta” vai ser feita na requalificação urbana e ambiental, com a implementação de “obras estruturantes” como é o caso da requalificação do próprio centro de concelho, que, afirma, carece de uma “intervenção profunda”.

A zona de Ribeirão Chiqueiro também deve ser beneficiada com a requalificação da via de acesso que liga as suas estradas asfaltadas e com a infra-estruturação da zona de expansão industrial, como forma promover o surgimento e a instalação de empresas naquela zona.

Do plano de actividades constam igualmente continuidade da requalificação de Praia Bairro e Rui Vaz, como forma de garantir o aproveitamento das potencialidades e dar outra dinâmica às essas duas zonas turísticas do município.

Isaías Varela adiantou que os instrumentos de gestão a ser submetidos à Assembleia Municipal de São Domingos foram elaborados com “alguma precaução”, não só devido ao contexto de incerteza que se vive devido à pandemia de covid-19, mas também porque a nova equipa “não encontrou um histórico” que permitisse fazer uma projecção das receitas com segurança.

A sessão da Assembleia Municipal de São Domingos, a ter lugar na delegação municipal de Milho Branco, está marcada para as 9:00 de quarta-feira, 27.

MJB/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos