Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

ARME apresenta quinta feira resultados do estudo para fixação de tarifas de água e saneamento

Cidade da Praia, 15 Mai (Inforpress) – A Agência Reguladora Multissectorial da Economia (ARME) promove quinta-feira, na Praia, um workshop de apresentação dos resultados do estudo para a fixação das tarifas nas operadoras Águas de Santiago (AdS), Electra, Aguabrava e Águas de Ponta Preta (APP).

Segundo uma nota enviada à Inforpress, pretende-se com o evento, informar as entidades gestoras do sector de água e saneamento sobre os resultados do estudo, os cenários a aplicar e consensualizar as propostas apresentadas, bem como, recolher os contributos para concluir o processo de fixação das tarifas.

O evento conta com a participação de representantes dos conselhos de administração das empresas do sector, da ANAS, do Ministério da Agricultura e Ambiente, técnicos de regulação, representantes da Cooperação Luxemburguesa, Adeco, e presidentes das câmaras municipais das ilhas do Fogo, Santiago e Sal, entre outros.

A ARME, de acordo com o documento, passou a ter a responsabilidade pela regulação do sector em todos os municípios do país, tendo sido divulgados em Fevereiro último, os respectivos regulamentos tarifários e de relações comerciais, com aprovação do Regime Jurídico dos Serviços de Abastecimento Público de Água e Saneamento, através do Decreto Legislativo n.º 5/2018 de 27 de Agosto.

A ARME nasceu da fusão entre ARE e ANAC, ao abrigo do Decreto-lei nº 50/2018, de 20 de Setembro e enquanto autoridade administrativa e independente, desempenha a atividade administrativa de regulação técnica e económica dos setores das comunicações, energia, água e transportes coletivos urbanos e interurbanos de passageiros.

A instituição exerce ainda a sua atividade de regulação nos aspetos do mercado da comunicação social que não devam ser consignados a outra autoridade administrativa independente.

CM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos