Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

ARME aponta avanços no desligamento das transmissões de sinais analógicos (c/áudio)

Cidade da Praia, 08 Set (Inforpress) – A Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME) apontou avanços no desligamento de transmissões de sinais analógicos no País, indicando que o processo decorre “bem” e que apenas em Santo Antão o procedimento poderá ser adiado.

A informação foi avançada à Inforpress, pela directora do Departamento de Gestão e Controle Espectro-Radioelétrico, Ana Lima, revelando que a ARME está no terreno a fazer as medições de todos os emissores analógicos.

“O processo está a decorrer bem, estamos a fazer as medições no terreno de todos os emissores analógicos, incluindo as câmaras municipais”, disse.

Conforme a responsável, no mês de Julho, a entidade realizou algumas actividades percorrendo as ilhas, com início na Boa Vista, onde não se constatou qualquer emissor analógico no ar.

No mês de Agosto, foram analisados dois concelhos na ilha de Santiago, tendo sido detectados apenas dois sinais analógicos, que posteriormente foram comunicados às entidades responsáveis sobre o seu desligamento.

“A maioria das operadoras já desligaram as suas emissoras e as entidades não têm apresentado qualquer resistência”, atestou.

No entanto, em Santo Antão, as operadoras e as autarquias pediram o adiamento para que se conclua o desligamento dos sinais, alegando que a ilha ainda não tem cobertura total da TDT.

A Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME), em circular endereçada aos 22 municípios do país, fixou até 15 de Agosto, o período de desligamento das retransmissoras de canais de televisão em sinais abertos, pelas câmaras municipais.

No âmbito do processo de transição do sistema de radiodifusão televisiva analógica para Televisão Digital Terrestre (TDT), Cabo Verde assumiu o compromisso de proceder ao desligamento (switch-off) de todos os emissores analógicos existentes no país.

Para isso, o Governo fixou, através da Resolução do Conselho de Ministros nº 104/2020, de 27 de Julho, o calendário de ‘switch-off,’ que chegou ao fim em Maio último.

HR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos