Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

AquaSun Energia e Água “focada e optimista” em relação ao projecto agro-industrial de Santo Antão

Porto Novo, 08 Abr (Inforpress) – A empresa AquaSun Energia e Água prevê que até final de Junho/início de Julho estará concluído todo o processo com vista à implementação do projecto agro-industrial de Santo Antão, estimado em 2,4 milhões de contos.

O presidente do conselho da administração da AquaSun Energia e Água, António Osório,  assegurou hoje à Inforpress que a empresa continua a trabalhar, “focada e optimista” em relação ao início deste “importantíssimo investimento” para Santo Antão e para o País, que consiste na montagem de um parque solar de 7,5 mega watts e uma dessalinizadora da água do mar de 3.500 metros cúbicos de água/dia.

“Os projectos estão a ser desenvolvidos dentro dos prazos, apesar das limitações. Contamos apresentar os pedidos de licenciamentos dos projectos às autoridades competentes em finais de Abril ou início de Maio”, avançou António Osório, para quem a empresa está a fazer “um esforço enorme” para ultrapassar as limitações e as dificuldades, para concretizar os investimentos.

“Há factores externos à AquaSun que não controlamos. Por exemplo, quanto tempo demorará o estado de contingência, quanto tempo demorarão os países a retomar alguma normalidade, nomeadamente ao nível da circulação de pessoas e bens, quanto tempo demorará a apreciação e licenciamento dos projectos por parte das autoridades competentes, entre outros”, explicou.

Da parte da empresa AquaSun Energia e Água, segundo este responsável, o trabalho está a ser desenvolvido com a “normalidade possível e dentro dos prazos” que havia sido estipulado com parceiros e investidores.

“Todavia, por razões óbvias, temos o dever se ser cautelosos, porque há muitas incertezas e muitos condicionalismos externos à AquaSun que podem influenciar negativamente as nossas previsões”, concluiu António Osório.

O projecto agro-industrial para Santo Antão consiste na montagem e operacionalização de um parque solar de 7,5 mega watts e de uma dessalinizadora da água do mar, com capacidade de produção de 3.500 metros cúbicos de água/dia, destinada “exclusivamente” à agricultura, hidroponia, pecuária e transformação agro-industrial”.

Os investidores perspectivam, com este projecto, uma produção anual estimada em três mil toneladas de produtos (morango, melancia, batatas, tomate, cenoura) para o mercado turístico nacional, pretendendo ainda instalar em Santo Antão de um centro de transformação agro-industrial.

O projecto insere-se num programa, à volta de 90 milhões de euros (dez milhões de contos), que contempla ainda a ilha de Santiago, cujos investimentos estarão a ser implementados “numa segunda fase”.

JM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos