APIMUD e Fundação DonAna promovem consultas grátis para jovens e mulheres com deficiência

 

Cidade da Praia, 27 Set (Inforpress) – A Associação Cabo-verdiana de Promoção e Inclusão das Mulheres com Deficiência (APIMUD) promove, esta quarta-feira,  na sua sede em Achada São Filipe, uma feira de saúde destinada a jovens e mulheres com deficiência.

Em declarações à Inforpress, a presidente da APIMUD, Naldi Veiga, disse se tratar de uma parceria com a Fundação DonAna que visa combater a desigualdade no acesso às consultas de clinica geral e não só.

“O nosso maior problema tem a ver com as dificuldades de deslocação e financeira dos nossos associados em poder pagar uma consulta, visto que nos hospitais e centros de saúde é sempre difícil e há que pagar”, explicou Naldi Veiga.

Segundo a presidente da APIMUD, o problema não é só deslocar-se, mas também, o de pagar transporte e consulta, e de ter alguém que acompanhe a pessoa por esta ser deficiente.

Com esta parceria, indicou, a associação está a promover o acesso à saúde de jovens e mulheres com deficiência num local onde possam sentir-se mais à vontade e não pagarem nada.

Naldi Veiga, explicou que, para além de consultas será efetuada ainda uma sessão de informação sobre doenças sexualmente transmissíveis aos jovens e mulheres deficientes e sobre as doenças transmitidas por picada de mosquito.

“A sessão de informação é muito bem acolhida, pois, muitas mulheres cegas não sabem como proteger-se em relação a sua saúde sexual e reprodutiva. No caso de picadas de mosquitos e cuidados a ter, também, necessitamos de informação que nos ajude a proteger-nos”, asseverou.

Questionada sobre a criação por parte do Governo de um cadastro social único, que abrange as pessoas com vulnerabilidades e carências, com prioridade para os deficientes, para acesso a cuidados de saúde gratuito, essa responsável disse, que ainda não sentiram isso na pártica.

No entanto, afirmou que a associação está a preparar-se para junto do ministério que tutela a promoção social saber dos pormenores e avanços desta proposta do Governo.

A APIMUD foi criada com o objectivo de sensibilizar a sociedade no geral e em especial as mulheres com deficiência sobre as dificuldades enfrentadas, assim como empoderá-las para que possam falar dos seus problemas e denunciar casos de descriminação.

PC/FP

Inforpress/fim

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos