“Aos poucos as velhas reivindicações da associação vão sendo atendidas”, presidente da Acolp

Cidade da Praia, 20 Jan (Inforpress) – O presidente da Associação dos Combatentes da Liberdade da Pátria (Acolp) Carlos Reis, admitiu hoje que “aos poucos as velhas reivindicações da associação, para valorizar mais os heróis nacionais”, vão sendo “atendidas na medida das possibilidades”.

Estas declarações foram feitas à imprensa durante a cerimónia de deposição de flores por Carlos Reis, que se fez acompanhar de Pedro Pires, antigo primeiro-ministro e antigo Presidente da República, no Memorial Amílcar Cabral, para assinalar o 20 de Janeiro, dia dos Heróis Nacionais.

“As nossas reivindicações têm de ser feitas paulatinamente, aos poucos, temos tido uma boa colaboração com as câmaras municipais e este ano o Governo vai encetar a requalificação do campo de concentração de Tarrafal e aos poucos as coisas vão acontecendo”, afirmou.

Carlos Reis manifestou ainda a sua satisfação pela forma como “os apoios internos aos membros da associação estão sendo presentes no programa da Associação dos Combatentes da Liberdade da Pátria”.

Para este ex-combatente, Amílcar Cabral deve ser sempre lembrado como exemplo da vida e através das suas obras, para que assim, no futuro, possa ser de mais valor, lembrando sempre do passado que o País conheceu.

A 20 de Janeiro de 1973, o fundador do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), Amílcar Cabral, foi assassinado na Guiné-Conacri.

O Dia dos Heróis Nacionais, em Cabo Verde, comemora-se a 20 de Janeiro, para assinalar o aniversário da morte de Amílcar Cabral e presta homenagem aos que lutaram pela independência do País.

DM/SR//HF

Inforpress

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos