Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Antiga ministra da Saúde guineense vai presidir a comité do Fundo Global da ONU

Bissau, 20 Mai (Inforpress) – A antiga ministra da Saúde da Guiné-Bissau Magda Nely Robalo vai presidir ao Comité de Ética e Governação do Fundo Global de Luta contra a Sida, Tuberculose e Malária, anunciou hoje a própria nas redes sociais.

“Foi com muita honra que assumi, há uma semana, as funções de presidente do Comité de Ética e Governação do Fundo Global de Luta contra o VIH/Sida, a Tuberculose e o Paludismo”, escreveu Magda Nely Robalo, na sua página na rede social Facebook.

Na mensagem, a antiga representante da Organização Mundial da Saúde na Namíbia e no Gana agradeceu também aos membros da administração do Fundo Global pela sua “eleição, que foi precedida de um processo criterioso de selecção”.

Sediado na Suíça, o Fundo Global de Luta contra a Sida, Tuberculose e Malária é uma instituição financeira internacional, que tem como principal objectivo o financiamento de programas para combater epidemias como o HIV/Sida, tuberculose e malária no âmbito dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

O Fundo Global apoia também o desenvolvimento de sistemas de saúde, principalmente nos países em desenvolvimento.

Magda Nely Robalo integrava o Governo guineense liderado por Aristides Gomes, saído das eleições legislativas de Março de 2019, e que foi demitido no final de Fevereiro, na sequência da tomada de posse do Presidente guineense, Umaro Sissoco Embaló.

Inforpress/Lusa

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos