Ano agrícola: Situação em Santiago Sul “é dramática” com implementação do plano de emergência por acelerar – PAICV

 

Cidade da Praia, 06 Out (Inforpress) – A líder parlamentar do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV -oposição), Janira Hopffer Almada, disse hoje que a situação do ano agrícola em Santiago Sul “é dramática” e pede aceleração na implementação do plano de emergência.

A afirmação foi feita em conferência de imprensa, na Cidade da Praia, para fazer o balanço das jornadas de visitas de deputados do principal partido da oposição ao círculo eleitoral de Santiago Sul, assim como analisar a situação do ano agrícola.

“Os agricultores já começaram a ficar desesperançados e desesperados e, por isso, fazemos votos que os camponeses de todas as ilhas não percam as esperanças e que sejam encontradas as soluções para fazer face ao mau ano agrícola”, notou Janira Hopffer Almada.

Perante este cenário, a também presidente do PAICV apelou ao Governo a “actuar urgentemente”, “não prometendo que vai apresentar um programa de urgência”, mas, entrando, efectivamente, no terreno com programas para apoiar os agricultores, os criadores e as famílias mais vulneráveis.

Neste sentido, Janira Hopffer Almada instou o Governo a pensar em começar a dar mais atenção às refeições quentes nas escolas “para proteger as crianças das famílias carenciadas, que vão sofrer com o mau ano agrícola”.

Garantiu que o PAICV, como oposição, está a trabalhar para apresentar propostas e fazer diligências junto das entidades competentes, de modo a que respostas sejam mais rápidas e eficazes.

Sobre o programa de emergência para mitigação da seca e do mau ano agrícola, no valor de cerca de 800 mil contos, aprovado quinta-feira pelo Conselho de Ministros, Janira Hopffer Almada defendeu que este programa já devia estar a funcionar no terreno, porque os sinais de mais um mau ano agrícola já existem.

“Neste momento já deviam estar no terreno acções concretas para fazer face ao mau ano agrícola”, notou a deputada, congratulando-se com o programa, mas chamando a atenção para a necessidade de acelerar a sua implementação.

Afora isto, adiantou que os deputados do PAICV contactaram os pescadores e artesãos na localidade de Praia Baixo, onde, segundo Janira Hopffer Almada, verificaram a “falta de apoio básico e respostas para poderem melhorar as suas actividades”.

“Os homens e mulheres de São Domingos precisam de apoio e também há a necessidade de serem aproveitadas as especificidades e potencialidades deste concelho”, conclui.

OM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos