Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Angola reafirma aposta no multilateralismo, uma das bandeiras da sua política externa

Genebra, 27 Fev (Inforpress) – Angola reafirmou hoje em Genebra, Suíça, a aposta no multilateralismo como meio privilegiado para enfrentar os problemas internacionais.

A posição do país foi manifestada pelo ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, durante a 40ª sessão do Conselho dos Direitos Humanos e no Debate de Alto Nível sobre Direitos Humanos e o Multilateralismo.

“É uma das principais bandeiras da política externa da Angola e está acolhido na Constituição”, afirmou o chefe da diplomacia angolana que encabeça uma delegação multissectorial.

Em Genebra desde domingo, Manuel Augusto sublinhou que a ONU, as organizações regionais e sub-regionais constituem-se nos fóruns com maior legitimidade para assegurar a tomada de decisões sobre os complexos desafios que se colocam à humanidade.

Neste quadro, o governante angolano realçou a conclusão das negociações do Pacto Global sobre Migrações (GCM), um importante acordo negociado sob os auspícios das Nações Unidas.

O entendimento abarca todas as dimensões da migração internacional de maneira abrangente.

De igual modo, disse, a União Africana, realizou a sua 32ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo, sob o tema geral, “Refugiados, repatriados e pessoas deslocadas internamente, em busca de soluções duradouras para o deslocamento forçado em África”.

Angola assume desde o início deste ano a coordenação das questões de direitos humanos dos países do Grupo Africano, representados no Conselho dos Direitos Humanos, uma área relevante no contexto da agenda política mundial.

Inforpress/Angop/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos