AME 2017: Músicas de Cabo Verde e do mundo tomam conta do terceiro dia e envolvem o público

 

Cidade da Praia, 13 Abr (Inforpress) – A música de Cabo Verde, que vai desde os estilos tradicionais ao hip hop crioulo, e os diferentes ritmos do mundo, do jazz ao pop, passando por outros estilos musicais, tomaram conta do terceiro e penúltimo dia do Atlantic Music Expo (AME-CV).

A noite de “showcase” desta quarta-feira em termos de artistas nacionais foi iniciada pelo BigZPatronato, prosseguindo-se depois com as batucadeiras do grupo Tradison di Terra, Kiddye Bonz, Os Tubarões e Zé Rui de Pina, que fechou a noite dos “showcases” na Rua Pedonal, em actuação protagonizada também no palco Praça Luís de Camões.

Em declarações à imprensa após a sua actuação, o rapper Kidy Bonz, que comandou a noite para os jovens ao som do hip hop crioulo, levando o público “ao delírio” que cantava todas as músicas entre palmas, considerou a sua actuação de “espectacular”.

O jovem músico diz esperar que os produtores presentes no seu show possam ver as suas qualidades, assim como o público, para que possa dar outros passos para aquele “CV lá fora”.

Informou ainda que em termos de contactos há propostas em andamento, avançando que da sua participação saiu a possibilidade de colaborar com outros artistas, mas que vai ser surpresa.

Também os mais diversos artistas, tanto nacionais como internacionais, que fizeram o público “dançar e cantar”, destacaram a qualidade do som, o ambiente e a “energia” do público.

Relativamente à presença dos artistas internacionais, destaca-se Awa Ly (França/Itália) que, no final da actuação, ficou emocionada ao falar da Cesária Évora, de quem diz ser fã, destacando ainda a “energia” do público cabo-verdiano.

A artista descreveu a sua primeira participação no AME de “muito importante”, afirmando que o evento contém uma programação “muito rica”.

Ainda actuaram nos “showcases” Gato Preto (Moçambique/Alemanha), Do Moon (França – La Réunion) e Jocelyn Balu (RD Congo).

O terceiro e penúltimo dia da V edição AME-CV 2017 culminou no “Afro Pop”, na zona Quebra Canela, por volta das 03:00, ao comando musical dos dj´s nacionais Pensador e Elvis e Imaaku do Senegal.

Para último dia do certame, estão agendados para a parte de manhã conferência subordinada ao tema “Novos modelos de negócio na música”.

No período da tarde, “daycase” com Silvano Sanches (Cabo Verde/Mali/Suiça) e Toto ST (Angola) e ainda workshops e conferência intitulada “Ver a música: fotos e vídeos são os melhores amigos da música”.

Para “showcase”, vão actuar de Cabo Verde Melissa Fortes e a nível internacional Wesli (Haiti / Canada), Pamela Badjogo (Gabon / Mali) e Wesli (Haiti / Canada), com Palco na Rua Pedonal, que vai das 17:30 às 20:00.

O encerramento vai estar a cargo dos artistas escolhidos pelo mercado da música, na Praça Luís de Camões, com actuação prevista das 20:30 a 00:35, dos artistas Ron Savage Trio, Samia Ahmed, Mounawar, Lura e Sidi Wacho.

FM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos