Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Alemanha aumenta medidas de segurança junto ao seu parlamento após invasão do Capitólio

Berlim, 10 Jan (Inforpress) – A Alemanha vai aumentar as medidas de segurança junto aos edifícios que albergam o governo e o poder legislativo, depois da invasão registada no Capitólio americano e de extremistas de direita terem no Verão passado entrado no parlamento alemão, o Reichstag.

O presidente da câmara baixa do parlamento, Wolfgang Schäuble, enviou uma carta aos deputados em que explica que “a polícia de Berlim reforçou o seu dispositivo em torno do edifício do Reichstag”, revela hoje o jornal diário Bild.

O estado de Berlim e o Governo federal alemão vão agora analisar “que conclusões se podem tirar disto para a segurança do Bundestag [câmara baixa)”, diz Schäuble na carta, acrescentando que recebeu um relatório do Ministério dos Negócios Estrangeiros sobre os acontecimentos de quarta-feira passada em Washington, quando uma multidão de apoiantes do Presidente cessante, Donald Trump, invadiu o edifício do Congresso norte-americano, interrompendo a confirmação dos votos eleitorais que deram a vitória ao democrata Joe Biden nas presidenciais de Novembro passado.

Na quinta-feira, um porta-voz da polícia de Berlim já tinha dito que devido aos confrontos em Washington, se iria rever a segurança nos principais edifícios governamentais da capital alemã e junto à embaixada dos Estados Unidos.

Além da invasão do Capitólio, as autoridades alemãs estão a ter em conta o que aconteceu no Verão passado em Berlim, quando cerca de 200 activistas de extrema-direita conseguiram entrar no Reichstag quando se realizava uma manifestação que juntou cerca de 30.000 pessoas contra as medidas restritivas tomadas para conter a covid-19 no país.

Essa invasão do edifício mostrou falhas de segurança e causou polémica no país pelo simbolismo histórico que evocou: em 1933, os nacionais-socialistas de Adolf Hitler incendiaram o Reichstag no seu caminho para o poder.

Inforpress/Lusa/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos