Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Agência Cabo-verdiana de Imagem conquista sete dos 19 troféus do Prémio Nacional de Publicidade

Cidade da Praia, 29 Jan (Inforpress) – A Agência Cabo-verdiana de Imagem (ACI) foi a grande vencedora da quarta edição do Prémio Nacional de Publicidade (PNP), Prémio Palmeira 2019, realizado na noite de hoje, 29, na Cidade da Praia.

Organizado pela EME-Marketing & Eventos, em parceria com o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, o PNP teve como objectivo reconhecer os trabalhos publicitários criados, produzidos e comprovadamente divulgados em Cabo Verde, no ano de 2019.

Durante o evento foram atribuídos 19 prémios, sendo duas para universidades, um para um freelancer e 16 para as agências/empresas das áreas em concurso e ainda foi atribuída uma menção honrosa para um universitário.

A Agência Cabo-verdiana de Imagem foi a grande vencedora da noite, uma vez que conquistou sete prémios, dos quais três na categoria de publicidade internet, designadamente ‘Gold’ com a publicidade “Unitel T+ Campanha Natal 2019”, ‘Silver’ com “Casa +”   e ‘Bronze’ com “Office +”.

Os restantes três prémios arrebatados pela ACI foram na categoria de Televisão, designadamente, ‘Gold’ (Arroz Daibon), ‘Silver’ (Caixa Económica Transferência Online) e ‘Bronze’ (Unitel T + Campanha Natal 2019).

A ACI também levou o troféu de ouro na categoria de Branding Activation com “Sim Aéreo da Unitel T+”.

A representante da ACI, Soraia de Deus, considerou que o facto de os seus clientes acreditarem nos seus trabalhos é que os levou a conquistar esses prémios.

“Muito obrigada aos nossos clientes que acreditam em nós e nos permitem pensar fora da caixa, sempre que possível, e por acreditarem que estamos cá, em anos tão desafiantes como estes que vivemos agora, uma equipa que trabalha todos os dias e a marcar presença para que consigamos efectivamente mostrar que este é um sector viável, este é um sector em que vale a pena apostar e que este é um sector cheio de potencialidades”, enfatizou.

A mesma aproveitou a ocasião para desafiar as televisões que vejam as agências, as promotoras, os freelancers, como parceiras e não como concorrentes, para que possam criar coisas em conjunto.

Na mesma noite, a Agência “Cidade comunicações” venceu dois, o prémio Público Publicidade e Publicidade Print com “Arroz Extremo sabor”.

O troféu do vencedor do prémio Júnior universitário coube a Ercie Sanches com o trabalho “a tua vida não é um brinquedo”, mas o júri entregou também uma menção honrosa na mesma categoria a Bruno Quebra com o trabalho “quem não denuncia também violenta”.

Com o trabalho “lançamento Inter. Investiment Bank” a empresa “Lima Limão” arrebatou os troféus de Branding Activation e maior campanha integrada.

Na categoria de rádio, o prémio ‘bronze’ foi para GC comunicações com o trabalho “Telhas cobert”.

Já a empresa Top + Media conquistou o prémio de ‘Gold’ com a publicidade “mudar o mundo – faz alguma coisa” e o “silver” com a publicidade “pascual – bom para toda a família”.

O prémio de responsabilidade social na categoria televisão foi para Record TV (Prevenção do cancro de Próstata), e na de rádio foi atribuído a Top Media (Mudar o Mundo – faz alguma coisa).

Ana Marcial conquistou o troféu na categoria Branding com o logo da “Eris”.

Segundo a administradora da EME-Marketing & Eventos e directora do PNP, Maria Martins, para a edição de 2019 registaram um aumento de 71% (por cento) dos trabalhos concorrentes e comparativamente às novas empresas que concorreram ao concurso registaram um aumento de 63.6%.

“Este aumento significa que o mercado publicitário está a crescer e, obviamente, o prémio está caminhando ao lado dessa evolução e dessa dinâmica do sector publicitário em Cabo Verde”, disse, desafiando toda a classe, cerca de 200 quadros formados nessa área, que se apropriem do Prémio Nacional de Publicidade, para que haja “mais e melhores trabalhos”.

Maria Martins informou ainda que a quinta edição do Prémio Palmeira já está em curso, mas desta vez serão premiados os trabalhos divulgados em 2020/2021, cujos vencedores serão conhecidos em 2022.

AM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos